Você está aqui:  / Cardápios Especiais / Segunda Sem Carne / Vegana / Vegetais / Vegetariana / 75 receitas vegetarianas para você nem sentir falta de carne

75 receitas vegetarianas para você nem sentir falta de carne

ReceitasVegetarianas_CozinhandoPara2ou1

Cada vez mais as pessoas têm repensado seus costumes para substituí-los por hábitos mais saudáveis e sustentáveis. Desde evitar o uso desnecessário de recursos naturais até a escolha mais consciente dos alimentos, passando pela opção por uma alimentação mais natural, dando preferência a produtos orgânicos (quando possível) e sem proteínas animais – seja por razões ambientais, científicas, religiosas, filosóficas ou éticas.

Independente da adoção ou não de uma alimentação totalmente vegetariana ou vegana, nós acreditamos muito no princípio proposto pela Segunda Sem Carne, que tem como objetivo mostrar que é possível ter refeições nutritivas e gostosas sem a proteína animal, e convida as pessoas a tirarem a carne do prato pelo menos uma vez por semana para descobrirem novos sabores.

Como uma forma de incentivar uma alimentação mais variada, sugerimos a todos que experimentem novas combinações e novos ingredientes por meio destas 75 receitas vegetarianas para você nem sentir falta de carne.

Mas antes de começar, sugiro a leitura do artigo da nossa nutricionista colaboradora, Thais Lamonica, em que apresenta mais informações sobre o assunto: É possível manter-se saudável com uma alimentação sem carne?

Agora sim, vamos ao que importa. Quando se fala de comida vegetariana, a primeira coisa em que se pensa é na proteína de soja. Por isso, ela não poderia ficar fora desta lista, com o Estrogonofe de carne de soja, o Curry de carne de soja com legumes e a Carne de soja com cream cheese. Mas engana-se quem pensa que as opções terminam por aí.

Os ovos são sempre uma boa ideia para os não-veganos substituírem as carnes, sejam elas bovinas, suínas, de frango ou de peixe. Por isso, uma Omelete perfeita ou Mini suflês ou omeletes de forno acabam sendo lembradas. Mas uma ideia super interessante é o Molho “à Carbonara” light (molho a base de ovo com creme de ricota, shitake e abobrinha).

Veggies1_CozinhandoPara2ou1

Outra alternativa para aqueles que não são veganos é consumir as proteínas dos lácteos, principalmente queijos. Neste caso, as possibilidades aumentam bastante: Tian light de legumes aos 4 queijos (legumes gratinados com queijos)Molho Alfredo com calorias reduzidasNhoque de mandioquinha recheado com gorgonzola na manteiga de ervasConchiglioni ripieni di formaggi al pomodoro (Conchas de macarrão recheadas com queijos ao molho de tomate) ou Penne verde com creme de brie e cebolas caramelizadas, por exemplo.

Ainda nesta mesma linha, temos a ricota, que é bastante versátil, como em Panquecas sem glúten de ricota temperadaLegumes assados com ricota ao lemon pepperAbobrinha recheada com ricota defumadaGnudi alla gremolata (nhoque de ricota com azeite aromatizado)Quibe assado de quinua e ricota ou Almôndegas de abóbora e ricota.

Veggies2_Cozinhandopara2ou1

Cogumelos deixam qualquer prato interessante, sejam de qual tipo forem. Por isso, tornam-se também uma ótima escolha — e, para mim, são sempre os preferidos. Alguns exemplos de pratos são: Shimeji com ervilha torta e broto de feijão, Cestinhas de creme de champignons com lascas de cenoura, Rösti de batata com molho de champignons, Cogumelos shitake recheados com creme de brócolisEspaguete ao molho funghiCreme de ShimejiPacotinho de shimeji com legumes à orientalMolho de tomate com funghi e ricota (calorias reduzidas)Mix de cogumelos ao vinhoMacarrão de arroz com shimeji, e Risoto 7 cereais com funghi secchi (cogumelos).

A berinjela é outro excelente substituto da proteína animal, então abuse de pratos que a tenham como base: Antepasto de berinjela (caponata), Berinjela recheadaBerinjela à parmegiana, Berinjela assada au poivreBerinjela grelhada com molho de gergelimTorre de ratatouille com queijoRolinhos de berinjela com queijo ao fornoMoussaká (lasanha grega de berinjela) e Pasta alla Norma (com molho de tomate, berinjela, alho, manjericão e pimenta calabresa) são bons exemplos.

Veggies3_CozinhandoPara2ou1

Alimentos como a quinoa, o amaranto e a semente de gergelim podem garantir uma oferta muito interessante de proteína e de cálcio. Escolha entre Abobrinha recheada com quinuaTabule de quinua com azeitonas e hortelã, Quibe assado de quinua e ricota, Risoto de quinua com abobrinha e gorgonzola ou Risoto de quinua com alho poró ao limão.

Você sabia que a mesma quantidade de brócolis tem mais proteínas do que de carne vermelha? Eu descobri há pouco tempo e, se já adorava comer as “arvorezinhas”, este virou um motivo a mais, principalmente com pratos tão gostosos como o Arroz de brócolis super fácil, o Suflê de brócolis, o Talharim integral com brócolis assado ao alho e óleo ou o Enformado de inhame com brócolis, couve flor e queijo branco (calorias reduzidas).

Veggies4_CozinhandoPara2ou1

Receitas com leguminosas e cereais também podem ser boas escolhas, como o Quibe de lentilha, o Mjhadra, Mejadra ou Mujaddara (arroz árabe com lentilha e cebolas douradas), o Purê de couve flor, o Macarrão com molho de grão de bico, o Tabule e a Farofa de gérmen de trigo com maçã e castanha.

Outras sugestões vegetarianas interessantes são os pratos com base de legumes: Legumes à moda mediterrâneaRatatouille de potinho com Rap10 (passo a passo)Massa com abobrinha, limão e hortelãEspaguete de abobrinha com tomatinhos, muçarela de búfala e manjericão, Panquecas recheadas com creme de palmito, ou Tortinhas de batatas gratinadas (Pommes au gratin).

Veggies5_CozinhandoPara2ou1

Aliás, tortas e quiches são sempre opções gostosas, como a Quiche light de ricota com espinafre e base de biscoito, a Quiche fácil de queijo parmesão ou brie com ervilhas, a Torta de rúcula e tomate com base de batata (sem glúten) ou a Quiche light de palmito com creme de ricota.

Outra sugestão são os risotos, que geralmente podem ser servidos como um prato único. Seja um Risotto alla Valdostana (ou Risoto à Valligiana, com cogumelos e queijo), um Risoto cremoso de aspargos com pimenta rosa ou um Risoto de amêndoas tostadas e uvas passas ao espumante. Se preferir, acompanhe com Abóbora caramelizada no mel, Talo de acelga empanadoPalitos de polenta e ricota no forno ou na air fryerBananas à milanesa no fornoGalettes de cenoura ou Falafel (bolinhos de grão de bico).

Veggies6_CozinhandoPara2ou1

Sopas sempre caem bem, principalmente no jantar. Por isso, sugiro o Caldo verde vegetariano, a Sopa gratinada de cebola ou ainda a Sopa creme de abóbora com funghi.

E, para quem prefere um sanduíche bem gostoso, duas opções vegetarianas de hambúrgueres, o Natureba (hambúrguer vegano de proteína de soja e funghi com radicchio, broto de alfafa e creme de tofu com páprica) e o incrível Árabe (hambúrguer de grão de bico, coalhada seca, vinagrete de pepino com hortelã e pistache no pão sírio).

Quer ainda mais sugestões de receitas vegetarianas? Acompanhe a nossa tag Segunda Sem Carne. 😉

Quer ainda mais opções para variar o cardápio sem a proteína animal? Confira, então, estes outros links:

35 receitas deliciosas para a #SegundaSemCarne
_ Todas as receitas publicadas com a tag #SegundaSemCarne

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

27 Comentários

  • Alex

    /

    Legais as opções , mais saber as opções não me ajudou em nada se as receitas não estiverem aí paso a paso para serem feitas

  • Luciana Carpinelli

    /

    Alex, todas as receitas estão disponíveis aqui no site. Se você clicar no nome das receitas (existe um link), você acessa cada uma delas, com o passo a passo bem explicadinho.

  • Fábio Souza de Carvalho

    /

    Excelente iniciativa!!! Poderia fazer um e-book, em PDF, para que possamos levar as receitas para qualquer lugar, principalmente onde não possui sinal de internet!!! Obrigado por mais este belo serviço prestado a nós, vegetarianos!!!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Fábio!
    Obrigada pelos elogios e pela sugestão. Estamos estudando a produção de alguns e-books este ano, tomara que boas notícias cheguem logo.
    Abs

  • Amanda

    /

    Eu vi muitas receitas que usam queijo e isso faz com que as receitas deixem de serem vegetarianas. A maior parte dos queijos, como por exemplo o parmesao, NAO SAO VEGETARIANOS. Ja queijos como a ricotta, sim. Por isso, se for vegetariano, perquise com o produtor se o queijo é ou nao adata a dieta vegetariana. A legislaçao brasileira nao prevê a especificacao da origem dos ingredientes (coalho) que pode ser de origem animal (nao vegetariano), microbiotico, vegetal ou outros.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Amanda, obrigada pela visita e pelo seu comentário.
    Entretanto, acredito que há uma pequena confusão na sua colocação. A gente precisa diferenciar “veganos” de “vegetarianos”: os veganos não consomem nada que tenha qualquer tipo de origem animal; já os vegetarianos não incluem nenhum tipo de carne em sua alimentação mas PODEM continuar consumindo produtos de origem animal, como os ovos e os laticínios (queijos incluídos). Neste sentido, é possível incluir queijos de origem animal em receitas vegetarianas. 🙂
    Grande abraço e volte sempre!

  • Amanda

    /

    Desculpe, mas o engano não é meu! Sou vegetariana há 8 anos e sei muito bem a diferença entre vegetarianos e veganos, por tanto eu citei a ricota como adapta a dieta vegetariana. Se vc pesquisar melhor você vai ver que para a fabricado da maioria dos queijos, principalmente os “duros” é usado um produto (uma enzima mais precisamente) tirada do estômago de vitelos, cabras… Portanto, NÃO ADEQUADOS A VEGETARIANOS.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Obrigada por compartilhar a sua opção. Você é vegetariana estrita, certo? Deve saber, portanto, que os ovolactovegetarianos também são considerados vegetarianos. Bom, a proposta aqui não é excluir, mas agregar, por isso todos são sempre bem-vindos. 🙂
    Grande abraço e volte sempre!

  • Amanda

    /

    Ovolactovegerianos nao consomem produtos de animais mortos, somente derivados de animais como leite e ovo. O coalho é produto de ORIGEM ANIMAL, vem do ESTOMAGOS DOS ANIMAIS. Portanto nao eh uma questao de ser vegetariana estrita ou nao, e questao de ser ovolactovegetariana. Portanto sugiro que pesquise por coalho (ou rennet em ingles ou pressure em frances caso o produto seja importado). Peço que seja mais cautelosa ao postar receitas com titulo d ovolactovegetarianas quando nao sao. Obrigada e da uma pesquisadinha.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Não sou vegetariana mas existem diversos tipos de vegetarianos e de octolactovegetarianos, inclusive os chatos, e pelas mais diversas motivações: religiosas, preferências pessoais, restrições alimentares e não apenas por amor aos animais. Por isso, não dá para incluir todo mundo em uma definição única. E se você não come queijo, é super simples: não precisa experimentar essas receitas. 😉

  • Liane

    /

    Olá! Eu sou de Portugal e vi este post e o seu website através da partilha de uma amiga! Não sou vegetariana, mas já há algum tempo que tenho andado a tentar saber mais sobre isso, pois considero a hipótese de me tornar numa. É apenas para agradecer a compilação de receitas, que me vai dar muito jeito a experimentar! 🙂

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Liane.
    Super obrigada pelo seu comentário! É esse tipo de feedback que me motiva a continuar compartilhando essas receitas.
    Grande abraço e espero que volte sempre. 🙂

  • Juliana Arouca

    /

    Olá, boa tarde. Sou ovolactovegetariana há mais de 10 anos e consumo todos os tipos de queijos e laticínios, amo inclusive. Sou um exemplo que não pode-se etiquetar ou classificar os tipos de vegetarianismo e colocá-los em caixas separadas como certo ou errado.
    Muito mais importante que essas discussões sobre origem ou teorias é divulgar o vegetarianismo, seus benefícios e desmitificá-lo para a população em geral que ainda tem muitas dúvidas sobre essa alimentação.
    Criticar este tipo de divulgação e se apegar a detalhes específicos de quem já conhece o assunto a fundo é totalmente contrário ao conceito e às crenças do vegetarianismo, é esse tipo de comportamento que acaba fazendo que as pessoas achem que todo vegetariano é gente chata.
    Gratidão Luciana por facilitar o acesso a tantas receitas vegetarianas e deliciosas. Gratidão também pela paciência com alguns de nossos companheiros que não compreendem as boas intenções nessas iniciativas. Continue assim e faremos cada um a nossa parte.
    Grande abraço, fique em paz!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Juliana, obrigada pelo seu depoimento, pela compreensão e pelo incentivo.
    A grande questão é que é bem mais fácil criticar e a internet permite que essas críticas se espalhem muito mais.
    Mas pode ter certeza de que são os incentivos e comentários como o seu que me motivam a continuar esse trabalho árduo (sim, dá MUITO trabalho fazer listas como esta; pensar em cada receita, produzi-la, fotografá-la, editar as fotos e o texto para explicar detalhadamente o passo a passo e administrar um site com essa quantidade enorme de conteúdo não é fácil!). Entretanto, perceber que esse trabalho incentiva uma alimentação melhor, com comida mais saudável e equilibrada, e que de fato muda vidas é recompensador.
    Obrigada, do fundo do coração. Grande abraço e volte sempre 🙂

  • klicia alves

    /

    Fiz uma das receitas e adorei! Minha mãe é naturista, vegana e gostou muito de quando eu me interessei pelas receitas. Disse que são infinitamente melhores do que as carnes mal passadas que eu como e q agora estou deixando de comer.
    só n entendo é porq uma pessoa se preocupar tanto com uma rdceita se nem é obrigada a comer, n é mesmo?
    Bom, parabéns e espero mais receitinhas.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Klicia. Obrigada pela visita e por este comentário carinhoso 🙂
    Compartilho essas receitas com o objetivo de mostrar que é fácil e gostoso se alimentar bem. Que bom que você gostou e que sua mãe aprovou.
    Beijo e volte sempre, toda semana tem novidades!

  • Luisa Buckup

    /

    Amei esse guia, ajudou muito a dar uma mudada no meu cardápio. Certas comidas, como espinafre, já não posso mais ver só com os temperos que eu uso pois foi algo que eu comi muito nos meus primeiros meses de ovo-lacto vegetarianismo. E, na verdade, Luciana, vi nos comentários que você comete um erro muito comum… O VEGANISMO, ao contrário do que muitos pensam, NÃO É UMA DIETA, E SIM UM ESTILO DE VIDA. Quando vc se refere à dieta, se refere ao vegetarianismo, que possui subclassificações (ovo-lacto-vegetarianos — que não consomem nenhum tipo de carne mas que consomem ovos, leites e derivados —; ovo-vegetarianos; lacto-vegetarianos e os vegetarianos estritos — esses sim não consomem nada de origem animal, e são chamados erroneamente de veganos). Os veganos são contra a exploração animal em espetáculos como o seaworld, contra zoológicos, contra passeios como andar em elefantes, são contra testes em animais etc. Portanto, todo vegano é vegetariano estrito mas nem todo vegetariano é vegano (eu sou ovo-lacto vegetariana, então não posso ser considerada vegana mesmo sendo adepta ao estilo vegano — sou contra zoológicos, tento nao usar produtos testados em animais etc). Espero ter conseguido esclarecer =)

  • Jessica Mityko

    /

    Eu ADOREI todas essas receitas, inclusive não fecho mais a página aqui no meu desktop.
    São receitas de muito bom gosto e me ajudaram MUITO a variar o cardápio de casa.
    Agradeço imensamente e espero que não deixe de compartilhar conosco suas receitas e dicas, sejam vegetarianas, ovo lacto vegetarianas ou veganas. Que vamos combinar, todo mundo aqui sabe ler e pode escolher qual receita fazer a partir da lista de ingredientes sem ter que vir aqui dar aula sobre ingrediente.
    Mais uma vez está de parabéns.
    Beijos e aguardamos mais receitinhas 🙂

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Jessica.
    Super obrigada pelo seu comentário e pelo carinho.
    Críticas sempre acabam surgindo, mas é por causa de pessoas como você que eu continuo compartilhando minhas receitinhas. 🙂
    Beijão e volte sempre!

  • Nutricionista Carla Brum

    /

    Muito boa as receitas principalmente para quem está em fase de transição para o vegetarianismo. Só tenho a agradecer , pois poderiam fazer um livro e cobrar caro, porém disponibilizaram essa quantidade absurda e com todo passo a passo. Super Valeu !

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Carla. Fico feliz que tenha gostado 🙂
    Eu que agradeço pela visita e pelo comentário carinhoso.
    Beijo e volte sempre!

  • Gilberto

    /

    Sou adepto ao veganismo, nunca me alimento a carnes (vermelha, ⅾesde frango ou outra fօrma peixe) е sеm leite, ovos, mel ɗe abelha ou qualquer ԛue venha do reino animal.

  • Hanna

    /

    É ótimo ver que há tantas opções alternativas ao consumo de produtos derivados dos animais. Menos crueldade e mais compaixão!

  • rosely

    /

    bom dia, ha varios meses nao consigo mais comer carne, o motivo nao sei. adorei poder contar com as suas publicaçoes, receitas, comentarios. Vou adotar nas minhas quentinhas. obrigada, pessoas como vc nos fazem erguer a cabeça e ter vontade de continuar.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Rosely.
    Imagina, eu que agradeço pela sua visita e pelas palavras carinhosas. Fico realmente feliz em contribuir para que você tenha mais opções à mesa, mesmo sem carne. 🙂
    Beijo e volte sempre!

  • Maria Silva

    /

    Excelente seleção de receitas todas muito criativas e apetitosas. Obrigada por compartilhar.

  • teste tete

    /

    teste

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

três + 4 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram