Você está aqui:  / Acompanhamentos / Segunda Sem Carne / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Refogado oriental de legumes com shimeji

Refogado oriental de legumes com shimeji

Com uma geladeira reabastecida de vegetais, não resisti a juntar muitos deles na mesma panela. Pois hoje temos um refogadinho à moda oriental, quase um yakisoba sem o macarrão e um molho mais levinho.

Foram cenoura, cebola, acelga e shimeji com gengibre, shoyu e óleo de gergelim torrado, mais uma chuva de cebolinha fresca da horta por cima.

Para acompanhar, gohan com gergelim preto e uma saladinha de folhas, cenoura ralada e tomatinhos com um quase sunomono que só marinou enquanto eu preparava o prato quente.

Como eu adoro esse tipo de comida: prática, deliciosa e nutritiva! 😍

Refogado oriental de legumes com shimeji

150g. de cogumelos shimeji (usei o claro)
1 colher de sopa de óleo de gergelim torrado
1 colher de chá de gengibre ralado ou em pó
1 dente de alho bem picadinho ou amassado
1/2 cebola em rodelas
1/2 cenoura em rodelas mais finas
6 folhas de acelga em cubos grandes
2 colheres de sopa de molho shoyu
5 colheres de sopa de água
Cebolinha fresca para servir

Corte o shimeji em ramos menores e limpe bem com um papel toalha.

Aqueça uma frigideira grande e coloque o óleo de gergelim. Em seguida, junte o alho e o gengibre e deixe refogar por uns 2 ou 3 minutinhos. Junte o a cebola e a cenoura e deixe refogar por mais alguns minutos.

Adicione o shimeji, o molho shoyu e a água. Misture bem e deixe cozinhar por mais uns 5 minutos.

Quando o shimeji já estiver cozido, adicione a acelga, misture, abafe com uma tampa e desligue o fogo. Espere alguns minutos para as folhas murcharem.

Prove e, se precisar, corrija o tempero com sal e pimenta. Finalize com a cebolinha por cima e sirva em seguida.

Estas quantidades rendem 2 porções do Refogado oriental de legumes com shimeji. Acompanhe de gohan (arroz japonês) salpicado com gergelim e uma saladinha colorida para ter uma refeição completa.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: