Você está aqui:  / Calorias reduzidas / Peixes e frutos do mar / Costelinha de tambaqui com crisps de taioba

Costelinha de tambaqui com crisps de taioba

Nada como um belo prato de comida para deixar a gente mais animadinha, né? 😍

Sempre que a energia abaixa por aqui vez ou outra, principalmente durante essa #quarentenaCP2ou1, eu tento logo lembrar do quanto sou privilegiada por ter minha casinha, meu conforto, a possibilidade de escolher (e muito bem, vejam só) a minha comida, amigos e familiares queridos que, apesar de distantes em um dia tão significativo, estão saudáveis e bem protegidos também.

Não tenho nem direito de me sentir triste diante de tantas coisas boas ao meu redor, não acha?

Pois então tratei de chacoalhar o esqueleto e me vestir de ânimo para preparar um almocinho especial para esta Sexta-feira Santa.

Escolhi fazer costelinha de tambaqui bem rápida, bem temperadinha e assada. Fiz um purê de couve flor bem cremoso para servir como base e, para finalizar, uns crisps bem crocantes de taioba.

A taioba é uma verdura de folhas verde-escuro que apresenta diversos benefícios para a nossa saúde. Considerada uma Planta Alimentícia Não-Convencional (PANC), ela é abundantemente encontrada em terrenos baldios e áreas rurais e hoje em dia já pode ser comprada em pequenas feiras de produtores locais e começa a aparecer mais frequentemente em hortas caseiras.

Costelinha de tambaqui com crisps de taioba

200g. de costela de peixe tambaqui
1/2 limão espremido
1 dente de alho ralado, amassado ou bem picadinho
1 colher de chá de salsinha e cebolinha bem picadas
1/2 folha pequena de taioba (ou couve manteiga)
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Eu usei a costelinha de tambaqui congelada, então deixei na geladeira de um dia para o outro para descongelar.

Misture o caldo de limão com o alho, as ervas, uma pitada de sal e outra de pimenta mais cerca de uma colher de sopa de azeite. Arrume o peixe cortado em pedaços em uma assadeira antiaderente e pincele com este tempero, dos dois lados.

Cubra a assadeira com papel alumínio e leve ao forno preaquecido em 180°C por 10 minutos. Retire o alumínio com cuidado, vire as costelinhas e retorne ao fogo sem cobrir por mais cerca de 10 minutos ou até dourar.

Enquanto isso, prepare os crisps de taioba. Corte a folha retirando os talos mais grossos (você pode congelar e usar depois em sopas ou para fazer caldos de legumes).

Em uma panela, coloque água para ferver. Em uma tigela, coloque cubos de gelo e complete com água gelada. A gente vai branquear as folhas.

Quando a água estiver borbulhando, coloque a folha de taioba e conte 3 minutos — este tempo é importante para retirar o excesso de oxalato que a Taioba tem (uma substância que não é venenosa, mas se consumida em excesso pode causar edema de glote e asfixia). Após os 3 minutos, retire a folha da água quente e mergulhe-a na tigela com gelo, para dar o choque térmico e parar o cozimento.

Quando a folha estiver fria, enxugue-a bem com um pano de prato ou papel toalha e corte tirinhas finas. Caso não consiga a taioba, você pode usar couve manteiga.

Em uma panela alta, aqueça um dedinho de óleo vegetal ou de azeite. Aos poucos, vá colocando as tirinhas de folha e espere ficar crocante. Retire com uma escumadeira e deixe escorrer sobre papel absorvente. Repita até terminar.

Se preferir, coloque as tirinhas de taioba em uma assadeira, tempere com um fiozinho de azeite misturando bem e leve ao forno em 180°C até ficar crocante.

Você ainda pode fazer os crisps de taioba na air fryer. Coloque a couve envolvida por azeite no cesto da air fryer por 5-8 minutos até ficar crocante (preaqueça por 5 minutos em 180°C).

Quando a costelinha de tambaqui estiver assada e dourada, sirva com os crisps de taioba por cima. Na foto, acompanhei de Purê de couve flor.

Estas quantidades rendem uma porção.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: