Você está aqui:  / Peixes e frutos do mar / Salmão grelhado ao molho de missô

Salmão grelhado ao molho de missô

Era um domingo que começou meio blé, todo cinzento e bastante gelado. Bem daquele jeito que eu menos gosto.

Acordei e demorei para sair da cama, tomei um café com leite e deitei de novo no sofá com vontade de ficar enrolada no cobertor pelo resto do dia.

Já eram mais de 14h quando resolvi levantar e tomar um banho para ver se animava um pouco. Saí faminta e mais disposta para preparar o almoço.

Abri o congelador, encontrei o último pedacinho de salmão e resolvi caprichar no almoço para deixar o dia mais gostoso.

Fiz então um molhinho de missô com shoyu, um toque de sakê mirin e uma colherzinha de açúcar mascavo para ajudar a caramelizar enquanto reduzia.

Em uma frigideira, grelhei o salmão junto com umas vagens no óleo de gergelim, arrumei sobre um fundinho de arroz na tigelinha e reguei com o molho. Para finalizar, uma chuvinha de gergelim tostado e pronto!

Salmão grelhado ao molho de missô

200g. de salmão em filé
1/4 de xícara de molho shoyu
1 colher de sopa de açúcar mascavo
2 colheres de sopa de saquê mirin
1 colher de sopa de missô (pasta de soja fermentada)
1 colher de sopa de óleo de gergelim
3 colheres de sopa de água
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade
Gergelim para servir

Misture os ingredientes menos o salmão em uma panelinha e dissolva bem o missô. Leve ao fogo baixo, espere começar a ferver e mexa por cerca de 5 minutos ou até engrossar um pouco e ficar brilhante. Reserve.

Limpe o salmão, retirando excesso de pele ou gordura e alguma espinha. Tempere com uma pitadinha de sal e outra de pimenta do reino (dos dois lados).

Aqueça bem uma frigideira antiaderente (preferencialmente de fundo grosso) no fogo máximo e unte com um fiozinho de azeite. Abaixe o fogo para o mínimo e coloque o salmão para grelhar. Como os meus não estavam muito altos, eu deixei cerca de 2 minutos de cada lado (primeiro com a pele para baixo) para que ficassem ainda úmidos e macios. Caso prefira seu peixe mais cozido, deixe por mais tempo.

Desligue o fogo e cubra o salmão com o molho. Sirva no prato e salpique um pouco de gergelim por cima.

Estas quantidades rendem uma porção. Eu servi com gohan (arroz japonês) e vagens branqueadas e refogadas rapidamente na frigideira com o salmão.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: