Você está aqui:  / Peixes e frutos do mar / Saladas e molhos / Salada colorida com salmão e crisps de cebola

Salada colorida com salmão e crisps de cebola

Não sei como o tempo está por aí, mas por aqui tem oscilado entre inverno severo e alto verão.

Para comemorar um domingo lindo (eu AMO dias ensolarados e quentinhos!) e sem muita fome, resolvi preparar uma salada caprichadona.

Sobre uma base de mix de folhas, coloquei cenoura ralada, tomatinhos amarelos, pepino em conserva, lascas de salmão (de uma latinha em conserva que ganhei para experimentar) e um molho de shoyu com limão e óleo de gergelim.

E, para finalizar, TIVE que fazer essa cebola crocante que é irresistível e fica deliciosa com praticamente qualquer coisa.

Salada colorida com salmão e crisps de cebola

Folhas verdes (alface romana ou americana, frisée, rúcula, agrião, acelga, endívia etc.)
Folhas de radicchio
Cenoura ralada
Tomatinhos cereja cortados ao meio ou em quartos
Pepino em conserva (sunomono — veja AQUI como preparar)
1 lata de salmão em conserva (+/- 100g.)
Cebola crisp (veja AQUI como preparar)

Para o molho:
1 colher de sopa de molho shoyu
2 colheres de sopa de limão espremido
1 colher de sopa de óleo de gergelim tostado
Sal e pimenta a vontade

Misture bem os ingredientes do molho (eu costumo colocar tudo em um pote com tampa e chacoalhar bem) e leve à geladeira por pelo menos uns 15 minutos para ficar geladinho.

Em uma travessa ou prato, arrume uma base com as folhas, misturando as cores. Por cima, distribua os tomates (usei tomatinhos amarelos), a cenoura ralada, o pepino e, por último, as lascas de salmão (escorra bem o óleo e descarte-o). Caso não vá servir imediatamente, leve à geladeira por não mais que umas 3 horas para que as folhas não fiquem feias.

Na hora de servir, coloque a cebola por cima para que continue bem crocante. Dê uma última misturada no molho e regue a salada com ele. Tempere com sal e pimenta do reino a vontade (lembre-se de que o shoyo já deixa o molho salgadinho).

Esta quantidade serve uma pessoa. Para mais pessoas, basta multiplicar as quantidades.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: