You are here:  / Air fryer / Blog Editora-Chef / Publieditorial / Dicas de como escolher os eletrodomésticos mais adequados à sua cozinha

Dicas de como escolher os eletrodomésticos mais adequados à sua cozinha

multiprocessador-all-in-one

Liquidificador, batedeira, processador, mixer, espremedor de laranja, centrífuga, torradeira, sanduicheira, grill, fritadeira elétrica, panela de arroz, air fryer… a lista de eletroportáteis para cozinha cresce cada vez mais.

Para quem curte passar um bom tempo nesse cômodo, a tentação é ter um de cada — e entulhar o pouco espaço sobre as bancadas. E não adianta: tem coisa que a gente compra achando que vai ser super útil e acaba usando uma vez na vida e outra na morte, ou seja, dinheiro jogado fora e mais uma caixa para encher o armário ou o quartinho da bagunça.

É por isso que, depois da lista de Utensílios Básicos para a cozinha, resolvi reunir algumas dicas para ajudar a escolher os eletrodomésticos mais adequados à sua cozinha.

1. Defina as suas prioridades
Você toma vitaminas ou suco verde todos os dias no café da manhã? Bate bolo ou chantilly toda semana? Não vive sem batata frita? Faça uma análise dos eletrodomésticos que são realmente necessários para a sua rotina na cozinha e defina as prioridades de acordo com a frequência em que cada item seria utilizado (vitamina todos os dias = liquidificador, bolo ou chantilly = batedeira, batata frita = fritadeira ou air fryer).

Meu sonho é ter uma batedeira Kitchen Aid, mas eu a usaria tão pouco que seria muito mais um enfeite do que uma utilidade na minha cozinha. Justamente por isso consigo me virar, de vez em quando, com um batedor de arame, o mixer ou o liquidificador quando preciso.

2. Entenda as suas necessidades
Ok, você vai bater um Smoothie de banana congelada todos os dias e resolveu comprar um liquidificador, vai à loja, escolhe o mais bonito ou o mais barato e, quando vai usá-lo, o motor não dá conta e morre. Ou então escolhe uma fritadeira elétrica maravilhosa que precisa de 2 litros de óleo para fritar duas batatas, o que acaba inviabilizando o seu uso.

Por mais que a nossa tendência seja fazer as escolhas baseadas no design ou na melhor promoção, nem sempre é a melhor saída. Entenda realmente a sua necessidade, pesquise ou converse com alguém que entenda melhor sobre o  produto e só então defina o modelo que irá atender à demanda de forma satisfatória: material, potência e voltagem, por exemplo, são critérios mais importantes que a cor.

3. Procure referências
Não tem nada mais decepcionante do que finalmente comprar aquele aparelho maravilhoso e ele estragar no terceiro uso (ou antes da última parcela). Informe-se sobre a marca, converse com quem já tem o produto e dê uma olhada na rede de assistência técnica. Não adianta nada conseguir o melhor preço para o produto que mais te atende se você fica na mão quando tem algum problema.

4. Evite os modismos
Todo mundo hoje quer uma air fryer; há alguns anos o “must have” era a centrífuga. Inovações costumam ser úteis e vêm para facilitar a nossa vida, mas evite a tentação de achar que precisa de um utensílio somente porque todo mundo fala sobre isso. Retorne ao item 1. e repense essa decisão.

5. Otimize as escolhas
Principalmente quem está montando uma cozinha (ou a casa toda) não tem condições de comprar todos os equipamentos. Por isso, minha sugestão é sempre optar por aparelhos múltiplos, como por exemplo o processador ou o mixer que também liquidifica e bate, com acessórios adaptados (veja dois exemplos nas fotos desta página). Para mim, eles são sempre a melhor opção, especialmente para quem não tem uso tão frequente.

Entretanto, é interessante ter em mente que com somente um motor, o risco de ficar na mão é grande. Portanto, reveja suas reais necessidades e, se for o caso, escolha a batedeira (para o uso principal) e um mixer (para uso mais esporádico) ou então o processador e um liquidificador mais simples, por exemplo.

mixer-all-in-one

Se animou e quer fazer as compras agora mesmo? Aproveite então um cupom de desconto Ponto Frio.

Fotos: divulgação

aviso_ap

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comments

  • Marcel

    /

    luciana obrigado pelas dicas, estou me mudando para um ap sozinho pela primeira vez e estava perdido pois tb não cozinho mt. melhor ainda que descobri muas receitas que acho que consigo fazer, vou testar. vlw, abs.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Marcel, fico feliz que minhas dicas tenham sido úteis para você!
    Boa sorte na nova fase e volte que sempre tem receitinhas fáceis e deliciosas pra vc começar a cozinhar mais. :)

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

doze − quatro =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram