Você está aqui:  / Aves / Como fazer / Como fazer filé de frango suculento

Como fazer filé de frango suculento

Não tem coisa pior do que aquele filé de frango esturricado e seco, que mais parece um pedaço de papelão grelhado. Infelizmente ele é muito mais comum do que deveria.

São necessários alguns poucos cuidados para que o frango não fique muito seco. E é justamente isso que vou ensinar hoje.

Além disso, vou incluir também algumas ideias para variar o preparo para o dia a dia sem precisar de muitos ingredientes diferentes.

Vamos lá!

Como fazer filé de frango suculento

Para cada porção:
1 filé de frango
1 colher de sopa de limão espremido
1 colher de sopa de azeite
2 colheres de sopa de água
1/2 dente de alho ralado
Sal e pimenta do reino a vontade

Se o frango estiver congelado, o melhor é deixar que descongele naturalmente na geladeira. Ao usar o micro-ondas, por exemplo, você pode provocar o ressecamento da carne.

Limpe o filé de frango retirando excesso de gordura e nervinhos. Se o filé estiver muito grosso, corte ao meio no sentido do comprimento ou bata-o com martelo de carne. Reserve.

Em uma tigela larga, em que caiba o frango, misture o limão, o azeite, a água, o alho e uma boa pitada de pimenta do reino. Não coloque o sal agora! (Ele ajuda a ressecar o frango, vamos deixá-lo para mais tarde.)

Mergulhe o frango nesse tempero, massageando-o por toda a superfície, dos dois lados. Deixe marinar por pelo menos uns 10 minutinhos.

Aqueça uma frigideira, de preferência com fundo grosso. Quando ela já estiver quente, em fogo baixo, coloque o frango sobre ela.

Importante: em vez de espetar com o garfo, use uma pinça — assim você evita que os sucos da carne escapem.

Não mexa no frango até que ele esteja dourado na parte de baixo. Tempere a parte de cima com uma pitadinha de sal e vire o frango novamente sem furar com o garfo. Tempere o lado que já está dourado, agora virado para cima, com mais uma pitadinha de sal.

Se o filé estiver muito alto, ele vai demorar mais para cozinhar e, quanto mais tempo ficar no fogo, mais seco ficará.

Sirva o frango em seguida com os complementos que preferir.

 

Dicas para variar os temperos:

– troque o limão por outro suco cítrico como laranja ou tangerina, abacaxi, caju etc.
– troque o limão pelo seu vinagre preferido: de vinho, de arroz, balsâmico etc. ou até iogurte (não adoçado).
– troque o azeite por outro tipo de gordura: manteiga, ghee, óleo de coco, óleo de gergelim, maionese, creme de leite etc.
– substitua o alho ralado por gengibre ralado, cebola ou alho poró bem picadinho, cúrcuma fresca ralada etc.
– troque a pimenta do reino por outro tipo de pimenta (síria, calabresa, caiena) ou especiarias como cominho, gengibre em pó, mostarda em pó, coentro em pó, açafrão da terra etc.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram


%d blogueiros gostam disto: