Você está aqui:  / Aves / Reaproveitamentos / Fricassê de frango diferente

Fricassê de frango diferente

Dia desses resolvi preparar um fricassê. Só que, como sempre gosto de inventar moda, saiu uma versão bem diferentona (e de-li-ci-o-sa!).

Para o creme, usei inhame batido com leite, um restinho de queijo gorgonzola e bastante noz moscada. No recheio, frango cozido com um pouco de cenoura ralada.

Por cima, um pouco de parmesão ralado e, em vez de batata palha, uma bela camada de cebola crocante.

Afinal, por que continuar fazendo tudo sempre igual se há tantas possibilidades para a gente variar os ingredientes e os sabores? 😉

Fricassê de frango diferente

1 peito de frango limpo em cubos (podem ser sobras já cozidas)
1/2 cebola pequena em cubinhos
1 dente de alho amassado
1/4 de xícara de cenoura ralada
1/2 colher de sopa de ervas finas desidratadas
1/2 xícara de água
1/2 xícara de leite
1/2 xícara de inhame cozido e amassado
2 a 3 colheres de sopa de queijo gorgonzola despedaçado
Noz moscada ralada na hora
Queijo ralado
+/- 1/2 xícara de crisps de cebola (ou de batata palha)
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça um fio de azeite e refogue a cebola com o alho até ficarem transparentes. Junte o frango e a cenoura e tempere com as ervas finas, sal e pimenta do reino. Adicione a água e espere o frango ficar completamente cozido.

Enquanto isso, bata o leite com o inhame, o queijo gorgonzola e a noz moscada até obter um creme homogêneo.

Desfie o frango com dois garfos ou usando as mãos. Retorne à panela e junte o creme batido. Se estiver muito líquido, deixe cozinhar para engrossar um pouco (precisa ficar com textura de recheio de torta).

Coloque o creme de frango em um refratário ou assadeira pequeno, salpique com queijo ralado e leve ao forno bem quente para derreter o queijo (mais ou menos 10 minutos).

Tire do forno e espalhe a cebola por cima pouco antes de servir, para que fique uma camada bem crocante (caso prefira, use batata palha).

Esta receita serve bem duas pessoas. Acompanhe com arroz branco e uma saladinha.

Se sobrar, coloque em pote bem fechado e congele por até 3 meses.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: