Você está aqui:  / Blog Editora-Chef / Pães e biscoitos / Pão de fermentação natural (Pain au levain) para o World Bread Day 2016

Pão de fermentação natural (Pain au levain) para o World Bread Day 2016

PainAuLevain_CozinhandoPara2ou1

Saber preparar seu próprio pão, consciente de todos os ingredientes adicionados a ele e controlando o processo do início ao fim, é uma autonomia maravilhosa que poucas pessoas possuem atualmente. E eu sou muito grata por ter aprendido a fazer (e depois poder comer!) coisas lindas como este pão da foto acima.

Hoje, no Dia Mundial da Alimentação, buscamos celebrar a comida em sua essência — da nutrição básica até o prazer de degustar pratos preparados com amor e bons ingredientes. Por isso, a Zorra, blogueira do Kochtopf, há 11 anos começou a mobilizar outros foodbloggers ao redor do mundo a divulgarem receitas e dicas com o objetivo de multiplicar a arte da panificação, para que mais e mais pessoas também adquiram a autonomia sobre o seu pão, o alimento básico.

No ano passado me programei com antecedência para participar desta blogagem coletiva, fiz um lindo Pão de Milho mas, iniciante, acabei não preenchendo o formulário que validaria a minha participação oficial no World Bread Day. Foi uma pena não ter aparecido na lista da Zorra, mas fiquei feliz pelo resultado do meu pão e, no fim, acabei participando do movimento, que afinal é o principal objetivo.

Durante os últimos 12 meses evoluí bastante na arte da panificação. Inclusive comecei a minha aventura pelo mundo da fermentação natural e tenho lido cada vez mais sobre este assunto incrível e apaixonante. Com isso, fiquei super animada para finalmente conseguir participar oficialmente do World Bread Day 2016. Só que bem nesta época foi marcada uma viagem a trabalho e os planos foram por água abaixo. Como não desisto fácil, voltei de viagem ontem e mesmo super cansada e naquele clima de jet leg, resolvi passar um tempinho com meu querido Francinho, o fermento natural que ganhei da Vivian do Francinha Cooks.

Depois de um breve infarto ao achar que ele tinha ido desta para uma melhor durante os oito dias em que estive fora e não cuidei dele, descobri que meu menino estava mais borbulhante do que nunca: primeiro ponto positivo.

A minha primeira experiência prática com a fermentação natural não foi muito boa, mas o dia de ontem estava mais quente para ajudar o Francinho que estava pronto para me surpreender. Segundo ponto positivo. [Para documentar minhas aventuras com a fermentação natural, estou usando a hashtag #FermentoFrancinho no Instagram do CP2ou1. Acompanhe também por lá! 🙂 ]

Iniciei o processo pouco depois do almoço tardio e acordei com a casa perfumada pelo pão fresquinho. Abrir o forno e ver aquela coisa linda e sentir um friozinho na barriga antes de cortá-lo para conferir como ficou o miolo é uma experiência indescritível. E não é que o domingo amanheceu azul e ensolarado, perfeito para iluminar a minha foto? Pronto, já tínha o terceiro ponto positivo.

Felizmente e sem planejamento nenhum (como nunca acontece por aqui graças à minha mania de organização!), aqui está minha contribuição para o Dia Mundial do Pão. Meu primeiro pain au levain (o pão de fermentação natural) que ficou lindo, cascudo e com miolo super macio para quem sabe incentivar que vocês também embarquem nesta jornada tão perfumada e deliciosa. Bom apetite. E com muita saúde!

Jpeg

Pão de fermentação natural (Pain au levain) para o World Bread Day 2016

115g. de água (preferencialmente mineral)
150g. de massa levedada (fermento natural levain)
230g. de farinha (preferencialmente com pelo menos 6g. de proteína)
5g. de sal

Comece dissolvendo bem o fermento na água. Junte a farinha, misture até formar uma bola e depois coloque-a sobre uma superfície limpa para amassá-la para que a massa fique lisa e uniforme.

Coloque essa massa em uma tigela, cubra com um pano de prato limpo e deixe descansar por 30 minutos protegida de vento e frio. (Eu gosto de deixar dentro do microondas desligado.)

Retire a massa da tigela, adicione o sal e sove por pelo menos 10 minutos (clique AQUI para ler todas as dicas sobre Como sovar massa de pão.) Retorne à tigela, cubra-a e deixe descansar por 1 hora.

Coloque a massa sobre a bancada, delicadamente estique-a para as laterais, puxando com as mãos. Faça quatro dobras, dobrando a massa sempre ao meio como uma folha de papel. Retorne à tigela, cubra-a e deixe descansar por mais 1 hora.

Novamente abra a massa com cuidado e faça mais quatro dobras. Retorne à tigela, cubra-a e deixe descansar por outra hora.

Caso não vá fazer apenas um pão, corte as porções usando uma faca afiada. Abra delicadamente a massa com as mãos, faça mais quatro dobras e modele os pães. Coloque sobre uma assadeira enfarinhada e deixe crescer por 6 a 12 horas em um local fechado (mais uma vez uso o microondas desligado).

Com uma lâmina afiada, faça um ou mais cortes de mais ou menos 0,5cm. de profundidade na superfície do pão e leve para assar em forno preaquecido em 200ºC. Para que a casca fique firme, é necessário fazer vapor no forno nos primeiros minutos, com um spray de água filtrada ou colocando gelo no assoalho do forno. Outra opção é assar o pão dentro de uma panela de ferro tampada.

Retire o pão do forno após uns 30 a 40 minutos, quando a casca estiver dourada e, ao bater no pão com o ossinho do dedo (como batemos à porta), ouvir um som oco. Deixe-o esfriar sobre uma grade para que termine a cocção e fique ainda mais gostoso.

Caso sobre pão, embrulhe-o em um pano ou conserve-o dentro de um saco de papel por até 1 semana.

Observações:
_ A panificação com fermento natural é uma ciência bem exata, por isso precisamos das proporções certinhas de farinha, fermento, água e sal para garantir que o pão fique lindo, fofinho e cresça. Para isso não tem jeito, o ideal é usar uma balança para pesar cada um dos ingredientes.
_ O fermento natural (levain) você pode preparar em casa ou então ganhar um pouco de alguém que já tenha um. Irei ensinar o processo desde o início, mas como o World Bread Day é hoje, tive que botar a carroça na frente dos bois. (Peço desculpas por isso!)
_ Garanto que você não vai se arrepender de fazer cada etapa do preparo do pão, o resultado vale muito a pena (meu pai não acreditou que fui eu mesma que fiz esse pão lindo!).

World Bread Day 2016 (October 16)

Navegue por todas as nossas receitas de pão ou aproveite para conferir outros pães deliciosos e comemorar também o Dia Mundial do Pão! 🙂
_ Pão flor com goiabada
Simit, o pão turco
Brioche Feuilletée
_ Coroa de laranja com frutas cristalizadas e passas
Rosca Chelsea
_ Pão de calabresa
_ Scones
_ Pão com Salpicão e Queijo
_ Focaccia de azeitonas e linguiça caseira
_ Pãezinhos de Leite

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

10 Comentários

  • angela

    /

    Luciana,o pão ficou sensacional!, o post e a fotos estão lindos, parabéns

  • Cintya Maria

    /

    Lú que pão mais lindo!
    E valeu a pena superar o jet leg, hein? Arrasou!
    Adoro pães assim e o seu está de babar!
    Bjs

  • Gina

    /

    Luciana,
    Ainda não me aventurei pelo levain e olhe que tenho mais de 100 pães publicados!
    Acho fantásticos e acredito que, depois desse primeiro pão feito com fermentação natural, você vai levar adiante essa experiência.
    Bom domingo!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Gina, a fermentação natural é uma viagem sem volta, mas apaixonante. Este foi meu segundo pão com o levain e já ficou assim lindão, é super recompensador — o problema é que já sei que não ficarei mais satisfeita com outros tipos de pão… 😉
    Beijo e obrigada pela visita!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Cintya, nada melhor que um pão desses no café da manhã para a gente acordar feliz (mesmo com jet leg de 5h com mais 1h do horário de verão!). 😉
    Beijo!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Angela. Obrigada 🙂
    É uma honra para mim receber seus elogios, uma vez que você é uma das principais referências em pães entre os blogs que acompanho.
    Beijão!

  • Lylia

    /

    OI Luciana,
    Seu pão ficou lindo! Parabéns pela excelente participação. ainda não experimentei fermentação natural , mas me animei com o resultado do seu pão.
    Bj e obrigada por linkar o Simples Assim,
    Lylia

  • Luciana Carpinelli

    /

    Obrigada, Lylia! Eu também me surpreendi com o resultado, fiquei toda boba quando tirei esse pão lindo do forno.
    E super incentivo o uso do fermento natural, é uma experiência apaixonante e recompensadora. 🙂
    Beijão!

  • zorra

    /

    Perfect loaf! Love the crumb. Obrigado por participar no World Bread Day!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Zorra, it is a great pleasure for me to receive such a compliment from you! Thank you for your visit and the comment. 🙂

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

18 − seis =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram