Você está aqui:  / Pães e biscoitos / Pão integral de café para o World Bread Day 2020

Pão integral de café para o World Bread Day 2020

No Dia Mundial do Pão, que também comemora o Dia Mundial da Alimentação, buscamos celebrar a comida em sua essência — da nutrição básica até o prazer de degustar pratos preparados com amor e bons ingredientes.

Por isso, todos os anos a Zorra, blogueira do Kochtopf, a começou há 15 anos a mobilizar outros foodbloggers ao redor do mundo para compartilharem receitas e dicas com o objetivo de multiplicar a arte da panificação. Assim, mais e mais pessoas são encorajadas também a adquirir a autonomia sobre o seu pão, o alimento básico.

Para a minha sexta participação no World Bread Day, escolhi este pão integral de café por ser uma opção deliciosa e muito mais saudável do que esses pães “fit” que você encontra nas prateleiras do supermercado. Diferente do que as lindas embalagens nos levam a crer, de saúde eles trazem pouco pois na verdade carregam, junto com esses nomes da moda, uma quantidade surpreendente de aditivos químicos e conservantes.

Aliás, acabei criando um experimento prático em casa sobre isso. Quando viajei no Carnaval deste ano (ah, que saudades da época em que ainda podíamos viajar e festejar na rua!), acabamos comprando um pão de forma, desses integrais do tipo “caseiro” (só que não), e o que sobrou no pacote veio comigo. Desfiz as malas e, como não gosto deste tipo de pão, ele ficou esquecido no armário da cozinha. Faz uns meses que percebi que ele estava lá mas resolvi deixar um pouco mais para ver o que acontecia.

No último fim de semana, decidi abrir o pacote com algum receio do que encontraria, achando que já estaria pelo menos começando a mofar, mas nem isso! As fatias de pão continuam perfeitamente intactas, mesmo quatro meses após a data de vencimento.

Será que um pão que não estraga deste jeito é realmente saudável? “Tipo caseiro”? Eu prefiro manter distância desse tipo de produto ultraprocessado — os pães feitos por mim ou os que compro de quem faz são muito mais gostosos e indiscutivelmente melhor absorvidos pelo nosso corpo. Fica a dica!

E, se você ainda não aderiu à #PÃOdemia, acho chegou a sua hora. Aproveite e vamos comemorar também o Dia Mundial do Pão com a mão na massa! 🙂

Ah, esta receita de pão integral de café é mais uma que veio lá do blog Mel e Pimenta, da Eline (eu só reduzi as quantidades para ter um pão menor).

Pão integral de café para o World Bread Day 2020

1 xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de farinha de trigo
6 colheres de sopa de farinha de linhaça
1/2 colher de chá de fermento biológico seco
1 colher de sopa de açúcar mascavo
1 colher de sopa de mel
1 colher de café de sal
100ml. de café forte (passado ou espresso)
3 colheres de chá de óleo de coco (derretido)
Farinha de trigo para dar o ponto e fazer a sova (aproximadamente 1/4 de xícara)

Prepare o café e espere amornar.

Em uma tigela pequena, coloque o fermento, o mel, o açúcar mascavo e o café morno e deixe descansar por 10 minutos.

Em uma tigela grande, coloque as três farinhas e o sal e misture bem. Faça uma cavidade no centro, adicione o óleo de coco e em seguida os líquidos que estavam descansando. Comece a misturar com a ponta dos dedos e vá integrando os ingredientes até obter uma massa homogênea e que não grude muito nas mãos. Se necessário, acrescente um pouco da farinha reservada.

Coloque a massa sobre a bancada e sove por 10 a 15 minutos, polvilhando levemente com farinha, até que a massa esteja bem homogênea e elástica. (Veja: Como fazer a sova de massa de pão.)

Leve a massa de volta para a tigela grande, cubra com um pano e deixe em local fechado por aproximadamente 1h15 ou até dobrar de volume.

Depois que a massa tiver crescido, coloque-a na bancada levemente enfarinhada e amasse delicadamente para expulsar o ar. Modele o pão no formato que desejar, coloque na forma e espere crescer novamente, coberto por um pano e em lugar fechado por 30 a 40 minutos ou até dobrar de volume.

Enquanto o pão cresce, ligue o forno a 220ºC. É importante que ele seja ligado pelo 20 minutos antes.

Assim que o pão estiver crescido, polvilhe um pouquinho de farinha por cima e, com uma lâmina ou faca super afiada, faça um ou mais cortes com muita delicadeza na superfície do pão.

Diminua a temperatura do forno para 200ºC, coloque o pão e deixe assar por cerca de 30 a 40 minutos. Como já expliquei aqui, cada forno é um forno, então é preciso ficar atento à evolução do seu pão.

Retire o pão já assado do forno, coloque-o sobre uma grade e espere esfriar.

Estas quantidades rendem um pão integral de café pequeno. Conserve-o dentro de um saco plástico bem fechado por até três dias ou então fatie-o e congele as fatias por até três meses dentro de saquinhos plásticos ou pote fechado hermeticamente (você pode aquecer direto do congelador na torradeira, no grill, na airfryer ou em uma frigideira bem quente).

Nas fotos, servi meu pão integral de café com Labneh temperado no azeite (um queijinho cremoso libanês feito de iogurte). Se preferir, prepare uma deliciosa Manteiga caseira.

Aproveite para navegar por todas as nossas Receitas de Pão ou para conferir outros pães deliciosos e comemorar também o Dia Mundial do Pão! 🙂

_ Pão italiano sem sova
_ Pão das 10 dobras com azeitonas
_ Pão Challah
_ Pão de fermentação natural (Pain au levain)
_ Pão de milho
_ Simit – pão com gergelim da Turquia, do blog da Leiliane
_ Babka de açúcar e canela, do blog Ora Pitangas da Angela Bosso
_ Pão francês caseiro, do blog Receitas do Caldeirão da Sandra Reis
_ Pãezinhos com doce de leite e coco, do blog Arte na Cozinha da Flávia Teles
_ Pão de manteiga com ervas e alho, do blog Simples Assim da Lylia Diogenes

.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

6 Comentários

  • Leiliane

    /

    Que diferente essa receita! Não havia pensado em café pra fazer pão. Deve ficar muito gostoso.

  • Luciana Carpinelli

    /

    E fica tão perfumado e saboroso! Vale a pena experimentar. 😉

  • zorra vom kochtopf

    /

    Oh, isso é assustador! Melhor assar seu próprio pão. Sua aparência é deliciosa. Obrigado por participar do Dia Mundial do Pão!

  • Luciana Carpinelli

    /

    I definitely prefer to bake my own bread than to eat this fake breads. Thanks for the visit, Zorra! 🙂

  • lyliadiogenes

    /

    Que lindo pão, Lu! Já estou querendo fazer.
    Parabéns pela participação no World Bread Day.
    Bj,
    Lylia

  • Luciana Carpinelli

    /

    Não tinha visto sua participação, Lylia. Vou incluir o link para o seu pão aqui também! :*

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: