You are here:  / Doces, bolos e sobremesas / Amendoim doce (pralinê)

Amendoim doce (pralinê)

AmendoimDoce_CozinhandoPara2ou1

Enquanto o mês não acaba, aproveito para publicar mais uma receita de comidinha típica das Festas Juninas: o amendoim doce ou pralinê. Como não poderia deixar de ser, é mais uma daquelas delícias que a gente começa a beliscar e não consegue parar nunca mais. Por isso, minha estratégia para não explodir como a Dona Redonda, é colocar uma pequena porção em um copo e guardar o pote com o restante bem escondido — assim não exagero e meu docinho dura mais. 😉

Há muito tempo esse amendoim é preparado na minha família. Por muito tempo minha mãe fez no microondas, mas eram tantas pausas para mexer e tantos apitinhos que o processo todo acabava cansando. Sem contar que o micro ficava cheirando amendoim por meses (ok, exagerei, mas era essa a impressão).

Depois de algum tempo, a velha receita do livro da Vó Nair foi resgatada e virou a oficial. Na última vez em que minha mãe preparou em casa, acompanhei o passo a passo e registro aqui para quando der vontade. Aproveita para testar na sua casa também. 😉

250g. de amendoins crus com a casquinha vermelha
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água
1/2 colher de sopa de fermento químico em pó
1 colher de sopa de achocolatado

Coloque todos os ingredientes em uma panela de fundo grosso, misture e leve ao fogo alto. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe a calda reduzir pela metade.

Com uma colher de pau com cabo longo, comece a mexer sem parar para cozinhar completamente o amendoim sem queimá-lo, até começar a secar a calda. Ela vai ficar meio esbranquiçada e grudar na casquinha do amendoim. Importante: não deixe secar muito senão açucara e ela solta do amendoim.

Apague o fogo e despeje em uma forma de papelão ou assadeira sem untar, espalhando para não formar grumos. Deixe esfriar completamente sobre a pia e depois conserve em um pote bem fechado.

Dica: geralmente no supermercado ou na feira a gente encontra um amendoim maior e um outro menorzinho. Para preparar o pralinê, o melhor é o pequeno, pois ele cozinha mais rapidamente — os maiores podem ficar com uma textura estranha, com gosto de cru.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

4 Comments

  • ferdssp

    /

    Deve ser bom comer um feitinho na hora, mas fica bem mais simples o de saquinho.

  • Augusto

    /

    Muito bom menina, o fermento é …

  • Luciana C.

    /

    Não entendi, Augusto… o que tem o fermento?

  • Luciana C.

    /

    É uma escolha: comprar pronto ou preparar em casa. Eu prefiro preparar pois sei exatamente o que foi utilizado no preparo, sem contar que o gostinho de ter sido feito por mim o deixa ainda mais gostoso. 😉

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

cinco × 3 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram