Você está aqui:  / Entradas e petiscos / Reaproveitamentos / Bolinhas de 7 grãos com queijo

Bolinhas de 7 grãos com queijo

Sabe aquela hora fatídica em que a gente senta no sofá e pega o celular pra explorar o aplicativo de delivery?

Experimente sair do automático, tome as rédeas da sua alimentação e não deixe que uma empresa que lucra em cima da precariedade das condições de trabalho, que explora donos de pequenos estabelecimentos e te manipula para consumir o que ela quer decida por você.

Salvo poucas exceções, a gente sempre tem alguma opção de comida rapidinha em casa, seja um macarrão com sardinha, um frango preguiçoso assado no papel alumínio que não deixa nem louça pra lavar ou ovos no molho de tomate.

Hoje eu achei que não tinha nada pra fazer além de macarrão com molho de tomate só que, antes de cair no encanto do cupom de desconto, fui dar uma olhada no congelador.

Tinha um resto de arroz 7 grãos cozido. Tinha um pedaço de queijo. E tinha uma gema quase abandonada (eu bato rapidinho com uma colher de água e uma pitada de sal e coloco em saquinho plástico — não fica a mesma coisa quando descongela, mas dá para usar em massas numa boa).

Misturei os 7 grãos já temperadinhos com mais umas coisinhas para virar uma massa, cortei em cubos o queijo que descongelou enquanto preparava a massa e aí foi só enrolar bolinhas.

Dá pra fazer sequinho na air fryer, no forno ou frito no óleo, como preferir. E, para dar um toque especial, foi só servir com uma colherada de geleia de pimenta.

Tudo pronto talvez antes até do tempo que o motoboy levaria para chegar do restaurante até a minha casa.

Repense as suas escolhas. E, se for mesmo apelar para o delivery, tudo bem. Mas minha sugestão seria preferir sempre ligar direto no restaurante a incluir um intermediário que ganha em cima de todo mundo sem se preocupar minimamente com a sustentabilidade do seu negócio. 😉

Bolinhas de 7 grãos com queijo

1/2 xícara de arroz 7 grãos
1 gema
2 colheres de sopa de água
1 colher de chá de maionese
1 a 2 colheres de sopa de farinha de rosca ou pão duro ralado
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 pitada de fermento em pó
1 colheres de chá de cebolinha bem picada
Sal e pimenta do reino a vontade
1 fatia grossa de um queijo que derrete (muçarela, muçarela de búfala, prato, gouda)
Óleo vegetal ou azeite

Em uma tigela, coloque o arroz 7 grãos, a gema, a água, a maionese, o queijo, o fermento e a cebolinha. Tempere com sal e pimenta do reino e misture bem. Deixe descansar por uns 5 minutos. Enquanto isso, corte o queijo bem gelado em cubinhos.

Aos pouquinhos, vá adicionando a farinha de rosca à massa para dar ponto para enrolar (ela continua meio grudenta, mas com os grãos não tão soltos).

Unte a mão com umas gotinhas de azeite, pegue cerca de 1 colher de sopa da massa e enrole com um cubinho de queijo dentro. Você pode fritar por imersão ou então assar ou usar a air fryer.

Para fritar, aqueça uma panela alta com cerca de dois dedos de óleo. Mergulhe um palito de fósforo apagado dentro do óleo ainda frio e espere que ele acenda — isso quer dizer que o óleo está pronto para a fritura. Coloque três ou quatro bolinhas de 7 grãos por vez para evitar que o óleo esfrie muito durante a fritura. Quando estiverem douradas, retire do óleo com uma escumadeira e deixe escorrer sobre papel absorvente.

Para assar, unte uma assadeira com um pouquinho de azeite e distribua as bolinhas. Leve ao forno preaquecido em 180ºC até que comecem a dourar. Vire-os e espere dourar também do outro lado.

Para preparar na air fryer, preaqueça em 180ºC por 10 minutos. Coloque as bolinhas no fundo da gaveta da air fryer sem sobrepor umas às outras e deixe por cerca de 10 minutos (verifique de vez em quando para evitar que queime). Vire na metade do tempo para dourar homogeneamente.

Com essas quantidades dá para fazer uns 8 a 10 bolinhas de 7 grãos com queijo. Se preferir, dobre a receita.

Para dar um toque especial, eu servi com uma colherada de geleia de pimenta caseira.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram


%d blogueiros gostam disto: