Você está aqui:  / Carnes / Carne à oriental (e a técnica “velveting”)

Carne à oriental (e a técnica “velveting”)

Aprender nunca é demais e eu faço o possível para aproveitar ao máximo todas as oportunidades que tenho. Nas últimas férias, passei uns dias em Nova York. Foi tudo resolvido tão de última hora que acabei nem planejando direito meu tempo na cidade, mas levei na bagagem uma única certeza: eu queria de qualquer jeito visitar o MOFAD, Museum of Food and Drink (ou Museu de Comida e Bebida).

No primeiro fim de semana lá, acordei um pouco mais tarde, tomei um brunch caprichado e segui o GPS para cumprir minha meta. Peguei a exposição Chow: Making the Chinese American Restaurant, celebrando os quase 170 anos de história dos restaurantes chineses-americanos. Uma mostra muito bem montada que revela diversos segredos da culinária oriental e marquee dia contava com a opção de, ao final da visita, provar um menu-degustação especialmente desenvolvido por um chef.

É óbvio que escolhi este ticket especial e acabei acompanhando de perto o preparo do “Seared Beef with Oyster Sauce”, ou uma carne à oriental selada com molho de ostras, do chef Paul Donnelly (restaurante Chinese Tuxedo), que estava no menu daquela semana. Vi na prática a teoria que havia acabado de ser apresentada nos quadros expostos: a técnica chamada “velveting”, algo como “deixar a carne aveludada”, em uma tradução muito livre. Ela fica tostadinha, super macia e suculenta, envolvida por um molho delicioso.

Demorou um pouquinho mas chegou o dia em que eu resolvi reproduzir em casa o que aprendi nesta viagem deliciosa. E você, quer aprender também?

Ah, e fica a dica: se forem a NY, visitem o MOFAD! 😉

Carne à oriental (e a técnica “velveting”)

300g. de filé mignon cortado em tiras
1 colher de sopa de óleo de gergelim torrado ou de soja
1 colher de chá de gengibre ralado
1 dente de alho bem picadinho ou ralado
1/4 de xícara de molho shoyo
1/4 de xícara de água
1 colher de sopa de molho de ostras (opcional)
1 colher de sopa de maisena
Cebolinha fatiada
Gergelim

Aqueça bem uma frigideira alta e coloque o óleo para esquentar também. Nele, refogue rapidamente o alho e o gengibre sem deixar dourar (por cerca de 2 a 3 minutos). Junte a carne e deixe refogar até começar a tostar.

Enquanto isso, dissolva bem a maisena no shoyo com a água e o molho de ostras, se for usar. Quando a superfície da carne estiver bem douradinha, abaixe o fogo e regue com a mistura de shoyo. Misture sem parar até o molho engrossar um pouco.

Sirva em seguida sua carne à oriental sobre arroz branquinho ou arroz japonês (gohan). Salpique com gergelim e cebolinha.

Estas quantidades servem bem duas porções.

-> Na foto abaixo, clique na setinha que fica na lateral direita para ver fotos da exposição.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

4 Comentários

  • Cidinha

    /

    eu fiz, porém não ficou com molho,,, ficou seca… segui a receita corretamente… será que não é pouco shoyo e muita maisena?

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Cidinha.
    Você não pode deixar o molho engrossar muito. Vai mexendo só até começar a encorpar e já desliga.
    Beijo e volte sempre!

  • Gilce Maria Pastore

    /

    Adoro suas receitas, obrigada pelas delícias que postas! Ótimo 2018, Luciana!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Gilce. Eu que agradeço pelo carinho e pelas visitas 🙂
    Beijo e ótimo Ano Novo!

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: