Você está aqui:  / Doces, bolos e sobremesas / Pavlova com geleia de frutas vermelhas e cerejas frescas

Pavlova com geleia de frutas vermelhas e cerejas frescas

Jpeg

Depois de tantos anos cozinhando sem uma batedeira, ter uma à minha disposição é mais do que uma ótima desculpa para utilizá-la. A justificativa principal da compra foi preparar o meu primeiro Panetone caseiro fofinho, mas é óbvio que não ia ser utilizada somente para este fim.

Logo que finalizei a compra já comecei a pensar nas maravilhas que faria com ela e uma das primeiras receitas que sempre quis preparar e ainda não tinha tentado era a Pavlova, uma sobremesa super caprichada que tem uma espécie de suspirão como base e diversas combinações de coberturas para deixá-la ainda mais gostosa.

Como nunca tinha preparado suspiros, fui buscar uma receita que eu tivesse certeza de que daria certo. Esta, eu encontrei lá no Caldeirão da Bruxa Solar, da querida Sandra que usou as orientações da Nigella. Ou seja, tinha todas as melhores referências. E no fim ficou essa beleza aí da foto, minha sugestão de sobremesa especial para as ceias das festas de fim de ano. O que acha?

Pavlova com geleia de frutas vermelhas e cerejas frescas

Para a base de suspiro:
4 claras
1 pitada de sal
250g. de açúcar refinado
2 colheres de chá de amido de milho
1/2 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de vinagre branco

Para a cobertura:
150g. de cerejas frescas lavadas mas ainda com os cabinhos
1 receita de Geleia caseira de frutas vermelhas sem açúcar (clique AQUI para acessar a receita completa)
Açúcar de confeiteiro para polvilhar
Preaqueça o forno a 180ºC. Corte um pedaço de papel manteiga do tamanho do prato/travessa em que irá servir sua sobremesa e desenhe no verso (lado não brilhante) um círculo um pouco menor do que ele.

Usando uma batedeira elétrica, bata as claras em velocidade média até criarem volume, quase chegando ao ponto de neve. Aumente a velocidade e vá pulverizando o açúcar aos poucos (com cuidado, pois o açúcar pode “voar”). Bata até o ponto que forme picos bem firmes, que não caiam para o lado quando pegar um pouco com a colher.

Desligue a batedeira e acrescente a essência de baunilha (eu usei a baunilha em pó que trouxe de uma viagem), o amido e o vinagre. Bata mais um pouco somente até combinar.

ComoFazerPavlova_Cozinhandopara2ou1

Diminua a temperatura do forno para 150ºC (ou deixe a porta semi aberta, na distância de uns 5 cm até fechar).

Espalhe o merengue dentro do círculo desenhado no papel, formando um anel. Você pode usar uma colher para formar o anwl, mas eu prefiro colocar o merengue em um saco plástico (é só apoiá-lo em um copo alto ou jarra e despejar o merengue dentro) e cortar a pontinha para confeitar com o saco. Leve para assar por aproximadamente 1h30, ou até a superfície ficar durinha. O processo é bem lento mesmo, para dar certo a temperatura do forno deve ser bem baixa. Desligue, retire e aguarde esfriar. Este suspiro pode ser guardado por até 2 dias, dentro de um pote bem fechado e em temperatura ambiente.

Para montar a sobremesa, coloque o suspiro no prato/travessa de servir e distribua por cima a geleia (como ela não tem açúcar, o azedinho dela equilibra bem com o doce da base de suspiro). Espalhe as cerejas e, por cima, peneire o açúcar de confeiteiro. Se quiser, enfeite com folhinhas e pinhas como eu fiz para ficar com cara de Natal.

Esta quantidade serve entre 6 e 8 pedaços médios.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

um × cinco =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram