Você está aqui:  / Doces, bolos e sobremesas / Matinais / Canjica ou mungunzá doce (calorias reduzidas)

Canjica ou mungunzá doce (calorias reduzidas)

wpid-canjicadoce2_cozinhandopara2ou1.jpg

Cresci comendo canjica o ano todo, por isso ela não é tão temática assim para mim. Mas no inverno e, mais especificamente na época de Festas Juninas, ela não pode faltar de jeito nenhum. Só que como nem tudo é perfeito, geralmente a preparação tradicional acrescenta inúmeras calorias que a transformam em vilã de uma alimentação saudável.

Experimentei diversas versões light e diet mas nenhuma me agradou — não suporto o sabor de adoçante! — então, como eu sempre dou um jeitinho, acabei cortando alguns ingredientes (o leite condensado, por exemplo) para eliminar calorias desnecessárias sem prejudicar muito o sabor. Aí é só não exagerar nas porções que ela não vai arruinar a sua reeducação alimentar. 😉

Ah! E um dos segredos para manter o gostinho da canjica é cozinhar todos os ingredientes junto com o milho, para que ele vá os absorvendo aos poucos. O mais difícil é resistir ao cheirinho delicioso que toma conta da cozinha enquanto ela ainda não está pronta!

250g. de milho branco para canjica ou mungunzá
750ml. de leite desnatado
200ml. de leite de coco light (1 vidrinho)
500ml. de água (*ou 1 lata de leite condensado + 1/2 medida da lata de água)
4 pedaços de canela em pau
4 cravos da Índia
50g. de coco ralado não adoçado e parcialmente desengordurado (opcional)
Mel, agave, açúcar ou adoçante a vontade (opcional)

Para preparar a canjica, deixe o milho de molho em água por pelo menos umas 4 horas — preferencialmente de um dia para o outro.

Depois, é só escorrer bem a água e colocar o milho com todos os outros ingredientes em uma panela de pressão. Misture bem, tampe e leve ao fogo alto. Quando ela pegar pressão e começar a chiar, abaixe o fogo para o mínimo e conte 35 minutos. Para cozinhar em uma panela comum, deixe em fogo baixo com a panela semi tampada e mexa de vez em quando até que o milho fique macio.

wpid-comofazercanjica_cozinhandopara2ou1.png

Após o tempo de cozimento, espere a pressão sair antes de abrir a panela. Se quiser, retorne a panela destampada ao fogo para engrossar, sempre mexendo.

Eu gosto de canjica com menos caldo, mas se preferir com mais caldo, acrescente leite a gosto após o cozimento. E, para adoçar, uso somente o coco ralado (sem açúcar, mel, agave ou adoçante). Caso prefira, não use-o e adoce como preferir. Se quiser, troque a água pelo leite condensado.

Para mim, o melhor acompanhamento da canjica pronta é uma paçoquinha despedaçada. Como não dá para abusar sempre, a alternativa de que mais gosto é salpicar um pouquinho de canela em pó por cima. Fica uma delícia!

Esta quantidade rende entre 4 e 6 porções. Mantenha na geladeira em pote bem fechado por até 4 dias — mas atenção: se você usar coco ralado fresco pode ser que ele azede mais rapidamente.

Eu costumo colocar a porção que vou consumir em uma caneca e aquecer no microondas. Para mim, a canjica substitui o café da manhã, o lanche da tarde, a sobremesa à noite depois de uma boa salada…

CanjicaDoce_CozinhandoPara2ou1

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comentários

  • Rosa

    /

    Adoro canjica, faço com ingredientes lights tbem .

  • Luciana C.

    /

    É isso aí, Rosa! O negócio é economizar nas calorias para poder comer um pouquinho de tudo.
    Bjo!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

dezesseis − 6 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram