Você está aqui:  / Calorias reduzidas / Doces, bolos e sobremesas / Matinais / Tortinha super fácil de maçã com canela

Tortinha super fácil de maçã com canela

wpid-img_20130123_153521

Para criar esta receita usei a vontade de comer doce e uma maçã. Combinei com canela, um toque de mel para adoçar e um pouquinho de álcool para flambar. Acabou ficando tão bonito que merecia uma finalização à altura: virou uma tortinha simplesmente deliciosa — sem falsa modéstia por aqui, ok? 😉

1 maçã fuji grande
Caldo de meio limão
1/4 xícara de água
1 colher de sobremesa de canela em pó
1 colher de sobremesa de mel
3 colheres de sobremesa de saquê mirim
2 unidades de Rap10 ou de tortilhas prontas*

Lave a maçã, corte-a em cubos (se quiser, pode tirar a casca) e passe-os no caldo de limão para não escurecerem. Coloque em uma panela com a água, a canela e o mel e deixe ferver.

Quando estiver quase seco, acrescente o saquê e, se você se sentir seguro, flambe a maçã (flambar significa usar o álcool para acender uma chama dentro da panela). Se preferir, mexa bem e deixe ferver mais um pouco em fogo baixo.

Enquanto isso, aqueça os dois lados dos discos de Rapi10 ou tortilhas em uma frigideira até ficarem crocantes.

Quando a calda estiver mais grossa, desligue o fogo. Divida a maçã caramelizada sobre as tortilhas formando um retângulo centralizado e reserve um pouco da calda na panela.

Dobre as duas pontas menores e pressione com cuidado sobre o recheio para fixar. Depois, dobre as outras laterais e use a calda reservada para fechar a tortinha.

Sugiro servir ainda quente, com garfo e faca, pois o recheio escorre se for comer com as mãos (e queima, senti na pele). Estas tortinhas devem ficar ótimas acompanhadas de uma bola de frozen yogurt ou sorvete.

*Tentei algumas substituições, mas nenhuma ficou tão boa. Massa de pizza de frigideira fica quebradiça e a panqueca fica molenga. Talvez dê certo com massa folhada, mas aí não vai continuar mais tão light e vai ser necessário assar.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: