Você está aqui:  / Aves / Congelados / Marmita / Sem glúten / Tiras de frango à oriental

Tiras de frango à oriental

Comida gostosa não necessariamente precisa ser difícil de preparar. Estas tiras de frango à oriental são um belo exemplo disso, já que ficam prontas em pouco mais de 10 minutos e ficam surpreendentemente saborosas.

A receita saiu meio que ao acaso, quando juntei os ingredientes disponíveis na geladeira. O frango como base se juntou à cebolinha, à pimenta dedo de moça, ao gengibre. Tomou rumo ao oriente e recebeu mais sabores típicos e super interessantes: óleo de gergelim, molho shoyo e saquê. Concorda que não tinha como dar errado?

Para acompanhar, um arroz japonês (ou mesmo branquinho), um macarrão cozido al dente ou um delicioso purê de mandioquinha, que foi o que eu fiz. Aproveitei que almocei sozinha e deixei montada uma marmita para a semana — que pode até ser congelada.

Tiras de frango à oriental

300g. de filés de frango cortados em tiras
1 e 1/2 colher de sopa de óleo de gergelim (ou outro óleo vegetal)
1 cebola pequena bem picadinha
1 dente de alho bem picadinho
1 pimenta dedo de moça pequena bem picadinha
1 colher de chá de gengibre ralado
1/4 de xícara de saquê mirim
1/4 de xícara de molho shoyo
3 colheres de sopa de água
1 colher de chá de maisena
3 colheres de sopa de cebolinha fresca picada
Sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça uma frigideira alta ou panela, coloque o óleo e em seguida a cebola. Deixe refogar até ficar transparente e, então, junte o alho, a pimenta e o gengibre. Refogue por mais uns 3 minutinhos e acrescente as tiras de frango.

Espere o frango cozinhar (até mudar de cor), mexendo de vez em quando para cozinhar bem todos os lados.

Regue com o saquê e espere o álcool evaporar (cerca de 2 a 3 minutos). Depois, adicione o shoyo e deixe ferver por mais uns 2 ou 3 minutos.

Enquanto isso, dissolva a maisena na água. Despeje essa mistura na panela e misture até o molho começar a engrossar (se parar de mexer, ele pode empelotar) e desligue o fogo.

Sirva em seguida, com a cebolinha salpicada por cima, acompanhando arroz japonês ou então como eu, com Purê de mandioquinha e beterraba cozida.

Estas quantidades rendem duas porções. A minha sobra virou marmita para a semana (ela pode ser congelada por até 3 meses).

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

treze − dez =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram