You are here:  / Carnes / Pernil desossado com cebolas caramelizadas

Pernil desossado com cebolas caramelizadas

PernilDesossadoComCebolasCaramelizadas_CozinhandoPara2ou1

Depois de 15 dias dedicados exclusivamente a receitas especiais para as ceias das Festas de Fim de Ano, este pernil desossado vem para encerrar a seleção.

Super suculento e com uma combinação incrível de temperos, este assado é bem simples de fazer e super leve. As cebolas caramelizadas com um toque de limão, dão à carne camadas de sabor muito interessantes.

Aproveite a dica para deixar sua mesa bem composta e com uma receita diferente do que sempre se vê nesta época do ano.

Para o pernil desossado assado:
1 peça de pernil desossado (+/- 850g.)
1 e 1/2 colher de manteiga
1 dente de alho
1 colher de sopa de ervas finas desidratadas
1 limão espremido + 1 limão para servir
Sal e pimenta do reino a vontade

Para as cebolas caramelizadas:
3 cebolas
1 colher de sopa de manteiga
Sal e pimenta do reino a vontade

Coloque o pernil em uma assadeira coberta com papel alumínio ou em uma assadeira descartável.

Misture bem a manteiga com o alho, as ervas finas, sal e pimenta do reino, formando uma pasta. Espalhe-a sobre toda a superfície do pernil (em cima e embaixo). Regue com o caldo de limão, cubra com papel alumínio e, se possível, deixe marinar na geladeira de um dia para o outro ou por pelo menos umas 2 horas.

Depois disso, leve ao forno preaquecido em 280ºC por mais ou menos 1 hora (ou até a carne estar assada, com a superfície ainda clara).

ComoFazerPernilComCebolasCaramelizadas_CozinhandoPara2ou1

Retire o papel alumínio, vire o pernil, regue a carne com o caldo da assadeira e retorne ao forno em 200ºC por mais 30 a 45 minutos para dourar a carne.

Enquanto isso, prepare as cebolas carameladas. Corte rodelas finas da cebola, derreta a manteiga em fogo bem baixo e jogue-as para refogar. Mexa bem e deixe-as murcharem até ficarem bem maleáveis e açucaradas — isso demora pelo menos uns 40 minutos. Quando estiverem prontas, tempere a gosto. Lembre-se, entretanto, de que o charme das cebolas caramelizadas é o sabor adocicado, por isso não carregue no sal.

Dica: o meu truque para que as cebolas não queimem no fogo não muito baixo do meu fogão (que pode não ser muito correto na teoria), é adicionar 1/2 xícara de água depois que as cebolas começarem a dourar. Geralmente quando ela seca, as cebolas estão quase prontas: deixe-as refogarem mais um pouquinho.

Coloque a carne assada em uma travessa e distribua a cebola em volta. Sirva com o limão cortado em gomos.

Esta quantidade serve bem até umas 5 pessoas, dependendo dos complementos.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comments

  • thomas

    /

    Comecei a ver o site de vocês recentemente. Simples e objetivo. Gostei muito.
    Eu não domino o assunto e jogo a dúvida para vocês sobre o uso da manteiga em altas temperaturas. Não é frescura. Seria mais pelo aspecto da saúde. Eu uso bastante manteiga e azeite e pergunto se para altas temperaturas não seria mais interessante o azeite para essa receita bem como para outras.
    Eu sei que a manteiga dá outro gosto e para completar molhos de carne na frigideira com ervas fica espetacular.

  • Luciana Carpinelli

    /

    Thomas, também não sou especialista, mas uma curiosa que resolveu compartilhar o conhecimento que vou recolhendo pelo caminho.
    Mas vamos à sua pergunta. Tanto a manteiga como o azeite saturam em altas temperaturas — a diferença é no “ponto de fumaça”, ou seja, óleos vegetais (girassol é um dos mais indicados) e o azeite (comum, não o extra-virgem) aguentam temperaturas um pouco mais altas que a manteiga antes de saturar.
    Se sua questão é a saúde, uma alternativa seria usar manteiga clarificada (ghee) ou o óleo de coco, que possuem ponto de fumaça ainda mais alto. Eu sou da opinião de que nada na alimentação é proibido, desde que sem exageros — então prefiro usar a manteiga em alguns casos, azeite em outros… sempre buscando o equilíbrio.
    Obrigada pelo comentário e volte sempre! :)

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

seis + 2 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram