Você está aqui:  / Arroz e Risotos / Carnes / Risoto de filé mignon

Risoto de filé mignon

Domingo combina demais com comidinha fácil e gostosa. E é claro que o risoto entra aí nessa categoria.

Em busca de um ingrediente para complementar o arroz com vinho, caldo, queijo e manteiga, fui explorar o congelador. Encontrei um pacotinho de filé mignon que nem sei de onde veio e que precisava ser usado ainda este mês.

Tenho reduzido bastante meu consumo de carnes e de uma forma até meio inconsciente — não sinto necessidade nem vontade. Mas, se tem uma coisa que não cabe no meu cotidiano é desperdício de comida, então resolvi usar logo esse filé para não acabar jogando fora.

Como não tinha caldo pronto, fiz um refogado caprichado de cebola roxa, alho, alho poró e cenoura em cubinhos para dar sabor à água fervente que usei para cozinhar o arroz.

A carne já estava cozida e em pedaços (tipo para estrogonofe), mas resolvi cortar em cubinhos para espalhar melhor. Ela entrou na metade do preparo.

O vinho tinto contribuiu para a cor e o sabor, aí foi só finalizar com parmesão ralado, manteiga e ervas frescas picadinhas. Já no prato, mais uma chuvinha das ervas e lascas de parmesão.

Esta não seria minha primeira opção para hoje, mas preciso dizer que ficou uma delícia! Ah, é muito importante reservar uma tacinha do vinho para acompanhar muito bem a comida. 😉

Risoto de filé mignon

2 colheres de sopa de manteiga bem gelada
1 cebola média picadinha (usei da roxa)
1 a 2 dentes de alho amassado ou bem picadinho
1/3 de xícara de legumes picados (usei cenoura e alho poró, poderia ser salsão, aipo)
1 folha de louro
3/4 xícara de arroz arbório ou carnarolli
1/4 xícara de vinho tinto seco (opcional)
+/- 2 e 1/2 xícaras de água
+/- 200g. de filé mignon em cubos
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça a água até ferver e desligue. Enquanto isso, coloque uma panela no fogo médio e aqueça 1 colher de manteiga e refogue a cebola e o alho sem deixar dourar. Junte os legumes e a folha de louro e deixe refogar por mais uns 2 ou 3 minutos.

Acrescente o arroz (não precisa lavar) e misture para distribuir bem o sabor. Regue o arroz refogado com o vinho, mexa e espere que ele quase seque.

Depois, coloque uma concha da água e misture de vez em quando para não grudar; espere até quase secar. Aos poucos, vá repetindo, acrescentando conchas de água e mexendo até quase secar novamente. O arroz deve ficar quase al dente (vá experimentando sempre para não errar o ponto).

Mais ou menos na metade da água, junte a carne e misture. Todo o processo de cozimento do arroz deve demorar cerca de 15 minutos e usar mais ou menos as 2 xícaras e meia de água. Tempere com sal e pimenta do reino.

Quando o arroz estiver pronto (cremoso, sem muito caldo mas também não muito seco), retire a panela do fogo e apoie-a sobre a pia. Retire a manteiga da geladeira e integre-a ao risoto juntamente do queijo ralado e misture bem para que a manteiga e o queijo derretam (margarina não dá o mesmo ponto).

Sirva o risoto de filé mignon em seguida, sem deixar que esfrie — se quiser, salpique salsinha bem picada por cima e/ou lascas de queijo. Esta quantidade serve bem duas pessoas.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram


%d blogueiros gostam disto: