Você está aqui:  / Segunda Sem Carne / Sopas, cremes e caldos / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Sopa de brócolis e couve flor com legumes refogados

Sopa de brócolis e couve flor com legumes refogados

Certo dia, acordei com o nariz quase tampado, meio fraca e, apesar do café da manhã caprichado, fiquei largada no sofá e cochilei gostoso.

Levantei próximo da hora do almoço desejando uma comidinha quente e fácil de comer, e foi aí que saiu um creme de couve flor com brócolis mais um refogadinho de legumes e umas folhas de ora pro nobis rasgada para dar um reforço nas vitaminas. Uma forma interessante de servir a sopa e garantir texturas diferentes no prato (em vez de cozinhar e bater tudo junto).

Para finalizar, usei um azeite maravilhoso que tem sabor suavemente frutado. No fim, me deliciei com uma refeição leve e ao mesmo tempo reforçada e bem nutritiva pra quem sabe me fazer levantar de vez!

Sopa de brócolis e couve flor com legumes refogados

2 colheres de sopa de tempero caseiro completo (ou cebola e alho picados)
1 e 1/2 xícara de couve flor e brócolis picados (floretes e talos)
2 xícaras de caldo de legumes (preferencialmente caseiro)
2 xícaras de água filtrada
1/2 cebola pequena em tiras
1 xícara de legumes e folhas picadinhos
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Em uma panela grande, aqueça um bom fio de azeite e coloque o tempero completo para refogar (se não tiver, pique grosseiramente cebola e alho). Quando começar a dourar, junte a couve flor e o brócolis em pedaços não muito grandes e misture bem por uns 3 minutos. Cubra com o caldo e a água, dê uma misturada e deixe ferver em fogo baixo e com a panela parcialmente tampada por 15 minutos.

Enquanto isso, em uma frigideira refogue os legumes com um fiozinho de azeite até que fiquem al dente. Eu usei cebola, cenoura, vagens e folhas de ora pro nobis (mas poderiam ser as folhas do brócolis/couve flor ou couve, por exemplo). Reserve.

Desligue o fogo do ensopado e com cuidado bata tudo com o mixer para obter um creme homogêneo (se preferir, bata no liquidificador deixando uma fresta na tampa). Retorne o caldo batido à panela, prove e corrija o tempero com sal e pimenta do reino.

Se a sopa estiver muito grossa, adicione água aos poucos. Eu não gosto do caldo muito ralo, transparente, então deixo mais grossinho mesmo.

Sirva o creme em seguida nos pratos e, por cima, distribua os legumes refogados. Se quiser, finalize com um fio de azeite e salpique com queijo ralado.

Estas quantidades rendem cerca de 3 porções.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comentários

  • Gloria Anaruma

    /

    Eu já fiz esse caldo de couve-flor, sem cubinhos porque não uso química de jeito nenhum, até onde é possível, claro, e minha opinião é que apesar de ser gostoso, simples, econômico e fácil de fazer, eu acho que ainda falta algum ingrediente que dê um toque, um sabor extra, mas não sei qual é. Gratidão pela postagem

  • Luciana Carpinelli

    /

    Glória, não entendi seu comentário. Em nenhum momento sugeri o uso de caldo industrializado, inclusive indico como preparar o caldo de legumes caseiro.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: