Você está aqui:  / Arroz e Risotos / Aves / Carnes / Reaproveitamentos / Arroz de sobras (com frango, peru, tender, pernil, lombo, etc.)

Arroz de sobras (com frango, peru, tender, pernil, lombo, etc.)

Arroz de sobras, quem nunca? Eu sempre! E, aliás, adoro um arroz incrementado com o que tiver dando sopa na geladeira, sabe? É só jogar tudo junto na panela, corrigir o tempero e uma refeição completa fica pronta em menos de 30 minutos. Simples, rápido e fácil de fazer — além de dar um jeito nos restinhos que acabam estragando e indo pro lixo.

Esta ideia é ótima para o pós-ceia, uma opção para aproveitar as sobras da ceia no dia seguinte transformando as sobras em um prato totalmente diferente e delicioso. E o melhor: dá para fazer com peru, chester, lombo, tender, pernil… o que tiver sobrando por aí! 😉

Para mim não tem nada melhor do que dar uma nova cara ao “restô de ontê”, sem correr o risco de ter uma mesa com aquele jeitinho de “já te vi” clássico desta época, sabe?

Arroz de sobras (com frango, peru, tender, pernil, lombo, etc.)

3/4 de xícara de arroz (cru)
+/- 1 xícara de sobras de assados desfiados ou em cubos (frango, peru, tender, pernil, lombo, etc.)
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho
1 folha de louro
1 e 1/2 xícara de água fervente
1/4 de xícara de ervilhas (preferencialmente frescas ou congeladas)
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Comece desfiando e/ou cortando em cubos as sobras de assados. Eu usei sobras de frango e um pedaço de tender. Poderia ser sobras de churrasco também, sem problemas (picanha, outras carnes, linguiça etc.).

Aqueça um fiozinho de azeite em uma panela e refogue a cebola e o alho, sem deixar dourar. Junte as carnes, misture bem e deixe dar uma tostadinha leve — isso vai dar cor ao arroz e fica uma delícia!

Adicione o arroz cru, misture mais uma vez. Tempere com uma pitadinha de sal (lembre-se de que as carnes já estão temperadas!) e de pimenta do reino, adicione o louro e a água. Mexa rapidamente e deixe ferver em fogo baixo e com a panela semitampada até a água ficar abaixo da superfície do arroz (cerca de 15 minutos).

Depois disso, misture as ervilhas, prove e, se precisar, corrija o tempero. Eu servi no prato e enfeitei com brotinhos só para dar um charme e deixar o arroz de sobras com cara de prato novo.

Estas quantidades rendem duas boas porções. Nem precisa de complementos, no máximo uma saladinha básica.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: