Você está aqui:  / Entradas e petiscos / Sanduíches / Patê de gorgonzola

Patê de gorgonzola

Costumo dizer que praticamente qualquer coisa pode virar patê, mas um dos preferidos da minha família, ao lado do Patê de alho da minha mãe, é o patê de gorgonzola — principalmente porque em casa nunca falta pelo menos um pedaço deste queijo. E, como é super fácil de fazer, fica praticamente impossível não pensar nele para qualquer reuniãozinha em casa!

A minha dica é deixar sempre uma opção de patê na geladeira, seja para receber bem qualquer visita, assim como para virar um sanduíche mais caprichado e até incrementar deliciosamente uma saladinha básica. Pode apostar nesta dica que é sucesso na certa!

Patê de gorgonzola

+/- 150g. de ricota fresca (veja como fazer Ricota caseira)
2 colheres de sopa de iogurte natural (não adoçado)
2 a 3 colheres de sopa de queijo gorgonzola desmanchado
Sal e pimenta do reino a vontade

Amasse a ricota com um garfo e, quando estiver bem soltinha, misture com o iogurte para formar uma pasta cremosa. A textura fica uma delícia, firme mas bem suave.

Corte fatias não muito grossas do queijo gorgonzola e vá desmanchando com as mãos ou amassando com um garfo.

Incorpore o gorgonzola aos poucos com o creme de ricota e vá provando até ficar ao seu gosto (se quiser, use o queijo em maior ou menor quantidade — dependendo do queijo, já cheguei a usar mais ou menos 5 colheres para dar sabor ao patê). Tempere com sal e pimenta do reino a vontade.

Coloque o patê de gorgonzola em um pote bem fechado e conserve na geladeira até o momento de servir. Já guardamos por 1 semana e não azedou.

Sirva com torradinhas, grissinis ou utilize em sanduíches. Fica uma delícia também como molho de salada.

Quer outras opções para variar na mesa? Confira o vídeo com Dicas rápidas de como fazer patês.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram