Você está aqui:  / Doces, bolos e sobremesas / Merengue de morango com chantilly

Merengue de morango com chantilly

Muito mais do que uma receita, esta é uma dica rápida e prática para transformar três ingredientes super simples em uma sobremesa incrivelmente gostosa e hiper fácil de preparar. O merengue de morango com chantilly é um super truque para quando vem uma visita, afinal quem é que não gosta de morango, suspiro e chantilly? E o melhor: não dá trabalho nenhum.

Eu sempre acabo montando umas taças caprichadas desta combinação quando tenho morangos em casa. Sabe aquela hora em que você acabou de arrumar a cozinha, está tudo limpinho, você senta, dá aquela respirada funda e surge uma vontade incontrolável de comer um docinho? É exatamente nessa hora que tiro o coringa da manga. E depois sobra só a taça e uma colher para lavar, não é ótimo? 🙂

Aliás, pode esquecer a desculpa de que não sabe cozinhar nada porque neste caso você não vai precisar nem de panelas! E o resultado é garantido.

Merengue de morango com chantilly

Morangos limpos
Suspiros
Chantilly ou creme de leite

Coloque o creme de leite bem gelado na batedeira em velocidade alta e bata até obter o ponto de picos (quando você levanta os batedores da batedeira, o creme forma picos altos que não desmancham) — mas fique atento para não bater demais e passar do ponto. Conserve-o na geladeira. (Se preferir, use chantilly pronto em spray.)

Em uma tigela ou taça, intercale camadas de chantilly, suspiros quebrados e morangos picados. Finalize com um morango e um suspiro inteiros. Sirva logo em seguida.

Como o ideal é montar a sobremesa na hora de servir, você pode deixar o chantily pronto e as frutas lavadas e montar na hora ou então colocar cada ingrediente em potes bonitos e levá-los à mesa para que cada um monte a sua porção.

As quantidades podem variar de acordo com o tamanho da tigela/taça.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

dezessete + 7 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram