You are here:  / Calorias reduzidas / Entradas e petiscos / Peixes e frutos do mar / Ceviche de peixe defumado

Ceviche de peixe defumado

CevicheDePeixeDefumado_Cozinhandopara2ou1

É incrível como a minha fome ou disposição para comer diminui de forma inversamente proporcional às temperaturas. Chega esta época do ano, os dias ficam mais abafados (principalmente depois da típica pancada de chuva no fim da tarde) e eu só consigo pensar em comidinhas mais leves e de preferência mais fresquinhas, quase sempre para complementar uma bela salada de folhas.

Este ceviche eu preparei para tentar convencer minha mãe a comer peixe “cru”. Ela diz que odeia comida japonesa só por causa deste detalhe (mal sabe ela o que está perdendo!), então comecei a trabalhar a ideia de que peixe defumado não está propriamente cru, muito menos o ceviche, que é cozido pelo limão. Foi aí que resolvi experimentar juntar as duas coisas.

Ficou uma delícia, uma coisa de louco que eu devorei rapidinho. O único porém é que falhei na missão: minha mãe não se convenceu de que este não era um prato de peixe cru. Cá entre nós, melhor para mim e pior para ela. 😛

Ceviche de peixe defumado

100g. de peixe defumado (eu usei o Pati)
1/2 limão espremido (taiti, cravo ou siciliano)
1/4 de cebola pequena em meias fatias bem fininhas
1/2 pimenta dedo de moça em rodelas pequenas (se preferir menos ardido, retire as sementes)
1 colher de chá de alcaparras grosseiramente picadas
1 colher de chá de cebolinha picadinha
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Comece picando todos os ingredientes pois após o peixe entrar em contato com o limão ele vai começar a cozinhar e em pouco tempo fica borrachudo.

Misture em uma tigela a cebola, a pimenta dedo de moça, as alcaparras e a cebolinha. Tempere com um tiquinho de sal, pimenta do reino e um fio generoso de azeite. Junte o limão e misture bem.

Como o peixe já é defumado, eu arrumei as fatias no prato e joguei o molho por cima bem na hora de servir.

Esta quantidade rende uma porção como entrada ou acompanhamento. Fica uma delícia com uma bela salada de folhas.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

4 × 3 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram