Você está aqui:  / Bebidas / Livros / Refrigerante caseiro de gengibre e limão (Ginger Ale)

Refrigerante caseiro de gengibre e limão (Ginger Ale)

RefrigeranteCaseiroDeGengibreELimao_CozinhandoPara2ou1

Desde sempre ouço minha mãe falar que adorava o Ginger Ale, um refrigerante com gostinho de gengibre que a fez se apaixonar pelo sabor. Ela morre de saudades e lamenta que não seja mais encontrado com tanta facilidade por aqui — uma versão brasileira chegou a ser fabricada mas não durou muito nas prateleiras e agora só mesmo quando achamos algumas garrafinhas importadas.

Cheguei a provar uma latinha da marca Canada Dry (se não me engano) quando estive no Chile e confesso que não achei lá uma maravilha, mas esta foi a primeira receita que me chamou a atenção ao folhear o livro “Panelaterapia”, da Tati Romano.

Aproveitei um fim de semana na casa dos meus pais para “inaugurar” meu livro e o refrigerante caseiro de gengibre foi super aprovado, tanto na versão inocente (feita apenas com água com gás) como na versão proibida para menores (experimentamos com vodka e saquê). Até eu, que não tinha curtido muito a bebida original, adorei esta!

Refrigerante caseiro de gengibre e limão (Ginger Ale)

1 xícara de gengibre descascado e picado
1 xícara de açúcar
3 xícaras de água
1 limão (raspas da casca e suco)
Água com gás e cubos de gelo

Leve todos os ingredientes ao fogo baixo e deixe ferver até reduzir para 1/3 do volume. Mexa de vez em quando e, se formar uma espuma na superfície, retire e descarte.

Desligue o fogo e deixe descansar até esfriar totalmente. Coe a mistura e guarde em um pote bem fechado na geladeira.

Na hora de servir, encha metade do copo com a água com gás e dissolva entre 3 e 4 colheres de sopa do xarope de gengibre (vá provando para ver como prefere). Acrescente cubos de gelo e, se quiser, rodelas de limão.

Para um drink alcoólico, acrescente uma dose da sua bebida preferida.

Esta receita rende 1 xícara de xarope de gengibre para fazer o Ginger Ale caseiro.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comentários

  • Helena

    /

    Olá! É possível fazer uma versão sem açúcar? Tem alguma dica?

  • Luciana Carpinelli

    /

    Helena, não conheço nenhuma variação sem a calda… teria que fazer alguns testes para substituir o açúcar. Fazendo uma infusão, talvez fique parecido…
    Se você fizer algum teste, conta pra gente? 😉

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

3 × dois =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram