Você está aqui:  / Matinais / Sem glúten / Sem lactose / Aveioca doce (crepioca doce feita com aveia, sem glúten e sem lactose)

Aveioca doce (crepioca doce feita com aveia, sem glúten e sem lactose)

A aveioca salgada é uma opção gostosa e nutritiva para um café da manhã caprichado. Fica igualmente deliciosa à  crepioca e, por ser feita com a aveia e não com polvilho (como a versão original), tem mais fibras do que a receita tradicional e carboidratos complexos, com baixo índice glicêmico.

O preparo da aveioca doce é muito parecido e igualmente fácil. E dá para rechear com o que você tiver à mão: frutas, geleias, pasta de amendoim… tudo vai depender do seu objetivo. Eu usei pasta de amendoim e ficou ótimo.

Aveioca doce (crepioca doce feita com aveia, sem glúten e sem lactose)

2 colheres de sopa de aveia*
2 colheres de sopa de água morna
1 ovo
1 colher de chá de chocolate em pó (opcional)
Recheio de sua preferência: pasta de amendoim, frutas fatiadas, geleias etc.

* Importante: a aveia originalmente não tem glúten, mas quando ela é processada com outros produtos com glúten pode ser contaminada por ele. Por isso, se você não pode consumir nada que tenha glúten, fique atento quando for comprar.

Misture a aveia e a água e deixe hidratar por 5 minutos. Depois, quebre o ovo em um pote separado e, se ele estiver bom, junte à aveia. Bata com um garfo até espumar e, se quiser, adicione o chocolate em pó.

Aqueça uma frigideira (se ela não tiver um bom antiaderente, pingue algumas gotas de azeite e espalhe-as com uma folha de papel toalha). Despeje a mistura de aveia com ovo na frigideira e gire-a para espalhar a massa, como uma panqueca.

Quando as pontinhas ao redor desgrudarem do fundo da frigideira, vire a aveioca (você pode usar um prato como apoio ou então jogar no ar como os chefs — eu uso sempre o prato). Caso vá usar algum recheio, espalhe-o sobre a superfície e espere até o lado de baixo também dourar.

Dobre a aveioca e sirva em seguida. Estas quantidades rendem uma aveioca.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: