Você está aqui:  / Acompanhamentos / Segunda Sem Carne / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Quiabo crocante com molho teriaki

Quiabo crocante com molho teriaki

Quiabo: quem diria que um dia eu teria VONTADE de comer? Passei a semana toda pensando nele! Demorei mais de 30 anos para criar coragem de experimentar e não é que assim, assadinho e tostadinho, bem crocante, ele conquistou meu coração?

É por isso que eu engrosso o coro da nutri Raquel Labonia no desafio de Consumir mais frutas, verduras e legumes.

A receita é da Rita Lobo, assim como a ideia de servir com o molho teriaki. Aqui em casa virou um dos petiscos mais adorados de sempre. E, se você também faz careta para ele sem nem provar, dá uma chance pro quiabo e pelo menos experimenta assim. E está tudo bem se não gostar, mas pelo menos você vai dizer com propriedade e não por preconceito com o coitado!

Quiabo crocante com molho teriaki

Para o quiabo crocante:
200g. de quiabos
1 colher de café de gengibre ralado
1 dente de alho ralado
1 colher de chá de fubá
1 colher de chá de farinha de trigo
1 pitada de cominho em pó
1 pitada de coentro em pó
1 pitada de pimenta caiena
1 colher de sopa de azeite
Sal a gosto

Para o molho teriaki:
1/3 de xícara de molho shoyo
2 colheres de sopa de açúcar
1/4 de xícara de saquê mirin
1 colher de chá de gengibre ralado

Comece preparando o molho teriaki. Misture todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo baixo. Mexa por cerca de 5 minutos até engrossar. Transfira para uma molheira e reserve.

Preaqueça o forno a 200ºC.

Lave e seque bem os quiabos com um pano de prato limpo e corte cada um ao meio, no sentido comprimento. Coloque os quiabos em uma assadeira grande e regue com o azeite. Salpique por cima o gengibre, o alho, a farinha de trigo e o fubá, o cominho, o coentro, a pimenta-de-caiena e uma pitada de sal. Misture bem com as mãos para envolver todas as metades com o tempero.

Distribua os quiabos deixando espaço entre cada metade, pois assim ele fica bem crocante. Leve para assar por cerca de 30 minutos até dourar. Sirva a seguir com o molho.

Estas quantidades rendem duas boas porções como entrada ou acompanhamento.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram