Você está aqui:  / Acompanhamentos / Calorias reduzidas / Segunda Sem Carne / Vegetais / Vegetariana / Rabanetes assados com dill e queijo feta

Rabanetes assados com dill e queijo feta

Pensar em rabanetes assados, à primeira vista, pode parecer estranho. Mas para quem adora uma receita diferente, como eu, significa uma aventura a ser experimentada.

Eu adoro rabanete, mas acabo desistindo de comprar um maço inteiro para comer só em saladas ou sanduíches, por exemplo — sempre penso nele como um ingrediente refrescante e ardidinho para acrescentar às minhas preparações. Foi principalmente por isso que amei esta receita quando a vi no blog Francinha Cooks.

Adoro o estilo de cozinha da Vivian (a dona do blog indicado acima), um tipo de comida prática e carinhosa, que abraça a gente pelo estômago. E é justamente isso que a gente consegue ao levar os rabanetes frescos ao forno. Um prato quentinho que deixa a ardência para trás, se transformando em sabores levemente adocicados. Combinado com o dill, a cebola e o queijo, vira um acompanhamento interessante para carnes ou cogumelos, principalmente ensopados. Dica interessante para dias mais friozinhos que chegam.

Rabanetes assados com dill e queijo feta

8-10 rabanetes
1-2 cebolas roxas (ou mini cebolinhas)
1/2 xícara de dill picado
100g. de queijo feta (ou queijo branco, ricota, tofu)
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Pré-aqueça o forno a 180ºc. Lave bem os rabanetes e corte o talo, descartando as folhas. Corte os rabanetes em 2 ou 4 partes, ao longo do comprimento, dependendo do tamanho de cada um.

Retire as cascas da cebolas. Em uma travessa que possa ir ao fogo, coloque os rabanetes e a cebola e tempere com sal, pimenta e regue com um bom fio de azeite.

Leve ao forno por 40 minutos ou até os rabanetes estarem macios. Retire de forno, salpique o dill, o queijo feta em pequenos pedaços, misture e sirva em seguida.

Estas quantidades servem duas ou três porções como acompanhamento.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

16 + sete =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram