Você está aqui:  / Massas e molhos / Fregola sarda risotada com ervilhas e salame

Fregola sarda risotada com ervilhas e salame

Fregola sarda é um tipo de massa típico da região da Sardenha, na Itália. São bolinhas de massa menores que uma ervilha, quase que como um cuscuz marroquino grandão.

Conheci esse macarrão em um evento das massas Rustichella, promovido pela La Pastina, de que participei há algum tempo, e me apaixonei. Só que nunca tinha comprado nem tido a experiência de cozinhar com ele. Mas no início do ano encontrei um pacote em promoção no supermercado e não resisti.

O grande problema é que eu não fazia ideia de como preparar a fregola sarda. Entrei no site da marca, procurei alguma ideia no perfil do Instagram, perguntei a algumas pessoas e nada. Guardei meu pacotinho por mais de um mês, na ansiedade de abri-la o quanto antes. Até que não resisti e inventei essa forma quase que como um risoto com o que eu tinha em casa: ervilhas congeladas e um restinho de salame. E não é que ficou essa coisa linda e super deliciosa? Amei!

Fregola sarda risotada com ervilhas e salame

1 xícara de fregola sarda (massa em formato de bolinhas ou outra massa curta)
2 e 1/2 xícara de caldo de legumes ou de galinha (preferencialmente caseiro, veja AQUI como preparar)
1/2 xícara de ervilhas congeladas
1 colher de sopa de manteiga
1/4 de xícara de queijo parmesão ralado
50g. de salame cortado em tirinhas
Sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça o caldo em uma panela até ferver. Adicione a fregola e deixe cozinhar três minutos a menos do tempo indicado na embalagem.

Coloque as ervilhas, misture e deixe cozinhar pelos três minutos restantes.

Depois disso, acrescente a manteiga e misture até integrar bem. Coloque o queijo ralado e misture novamente. Por fim, adicione as tirinhas de salame, integrando tudo muito bem.

Sirva em seguida. Esta quantidade serve duas boas porções.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

6 + treze =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram