Você está aqui:  / Massas e molhos / Vegetariana / Fondue tradicional de queijos

Fondue tradicional de queijos

FondueDeQueijos_CozinhandoPara2ou1

Meu pai é viciado em queijos e acabou viciando também toda a família em pratos com uma caprichada quantidade deles. Neste contexto, um fondue tradicional é, sem sombra de dúvidas, um banquete especial — principalmente em noites frias do inverno.

A origem do fondue é da região dos Alpes franco-suícos, mas há uma disputa afetiva entre os lados suíço e francês no que diz respeito à sua criação. O que importa, no entanto, é que a mistura de queijos (geralmente aqueles que possuem um sabor levemente adocicado) fundidos com vinho ou, como na versão original, a kirsch — um destilado de cereja típico da Alemanha.

Esta receita em particular é muito frequente na casa dos meus pais. Minha mãe aprendeu a fazê-la há muito tempo na embalagem de um queijo suíço e, ao longo de alguns bons anos, foi aperfeiçoando o passo a passo com dicas de amigos e pequenas adaptações para agradar ao paladar do meu pai.

Alguns finais de semana atrás, estávamos juntos pensando no cardápio e, ao nos decidirmos por um fondue de queijos, me lembrei que, como eu mesma nunca o tinha preparado, ele ainda não havia aparecido por aqui — apenas uma variação mais rápida e prática, o Fondue de gorgonzola no pão italiano. Fui para a cozinha com meu caderninho a postos e mais que rapidamente já passei a limpo a receita aqui. Espero que vocês gostem dela tanto quanto nós! 🙂

Fondue tradicional de queijos

200g. de queijo suíço ou ementhal em cubos pequenos
200g. de queijo fundido ou gruyère em cubos pequenos
180ml. ou 2/3 de xícara de vinho branco seco
2 colheres de sopa de kirsch ou vodka
1 colher de chá de maisena
1 dente de alho
1 boa pitada de noz moscada ralada na hora (opcional)
Baguete, pão francês ou torradinhas para acompanhar

Dilua a maisena no kirsch ou vodka e reserve.

Antes de começar, prepare o banho-maria: coloque uma panela de boca larga com água em fogo baixo e apoie sobre ela uma outra panela menor (preferencialmente que tenha cantos arredondados). Com um garfo, esfregue o dente de alho em todo o fundo e nas laterais de cima. Após isso, corte-o ao meio e deixe-o na panela.

Em seguida, junte os queijos e o vinho e mexa lentamente com uma colher de pau ou espátula de silicone para obter uma massa homogênea.

Dica: para agilizar o processo de derretimento dos queijos, você pode colocá-los com o vinho em um processador de alimentos e ir pulsando para obter uma pasta antes de colocar na panela.

Regue com a solução de maisena e bebida e continue mexendo até que o fondue fique cremoso. Por fim, tempere com a noz moscada, se for usar, e retire as metades do alho.

Caso o fondue fique muito espesso, dilua-o com um pouco mais de vinho branco.

Sirva a panela sobre uma chama acesa (rechaud) e vá mergulhando no creme de queijos os pedaços de pão espetados com um garfo.

Esta quantidade serve bem duas pessoas. Acompanhe com um bom vinho.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

três × quatro =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram