Você está aqui:  / Doces, bolos e sobremesas / Doce de casca de laranja em calda

Doce de casca de laranja em calda

IMG_20131026_144239

Esta receita está há mais de um ano e meio esperando para ser publicada. Isso porque ela é especialmente querida por mim: foi a última passada pela Vó Nair por telefone, em uma daquelas minhas ligações em que dizia estar morrendo de vontade de comer alguma coisa, que ela precisava me ensinar e ela ia explicando cada passo, dando as dicas… eu anotava tudo, e então a conversa tomava novos rumos, sempre terminando com risadas.

Pouco depois desta ligação fiz o doce e, logo em seguida, ela já ficou doentinha e foi para o hospital — de onde não voltou. De certa forma, guardar esta receita tão especial para mim era uma maneira de manter esse nosso gostoso hábito ainda vivo, mesmo que apenas dentro de mim. Bobagem, eu sei. É por isso que resolvi finalmente publicá-la para dividir com todo mundo um último carinho da Vó Nair.

Este doce de laranja é uma delícia e, apesar do preparo ser um pouco demorado, é hiper fácil e fica uma perdição. Com uma calda saborizada com especiarias, acompanha deliciosamente uma boa fatia de queijo ou uma bola de sorvete de creme.

Doce de casca de laranja em calda

Cascas de 3 laranjas
Suco de 1 laranja
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água
3 pedaços de canela em pau
3 unidades de anis estrelado
6 cravos da Índia

O mais importante deste doce é o pré-preparo da casca das laranjas. Primeiro, rale toda a parte mais externa, deixando-a totalmente opaca. (Eu gosto de colocar as raspas em um saco de plástico e congelar para usá-la em outras preparações).

Depois, corte as duas extremidades como se fossem tampinhas (esta parte pode ser descartada). Em seguida, faça dois cortes perpendiculares formando 4 gomos na laranja e retire a polpa (coma esta parte ou utilize em outras preparações — suco, salada de frutas etc.).

ComoCortarLaranjaParaDoce_CozinhandoPara2ou1

Coloque as cascas em uma panela com água suficiente para cobrí-las e ferva por cinco minutos. Desligue o fogo e deixe descansar na mesma água por pelo menos uma hora. Troque a água, ferva novamente e deixe descansar na água de um dia para o outro. Jogue a água, ferva uma última vez com água limpa e depois escorra bem. Esse procedimento todo é para tirar o amargor da casca.

Em uma panela limpa, coloque o açúcar, o suco da laranja e a água com a canela, o cravo e o anis estrelado e deixe cozinhar até o ponto de calda. Junte as cascas e deixe cozinhar até a calda engrossar.

Coloque em um pote para conservas esterilizado (ferva o pote e a tampa por 5 minutos, retire sem tocar na parte interna e depois deixe secar de cabeça para baixo em pano de prato limpo). Tampe e espere esfriar para guardar na geladeira.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comentários

  • Soninha

    /

    Lu, que linda a história deste doce !
    Não tenha vergonha não.
    Tenho 46 anos (sim nem todas suas leitoras são jovenzinhas….) e ainda tenho minha vozinha de 94 anos e sei do q vc está falando.
    Adoro cascas de laranja ! Nesta semana, ainda assisti um capítulo da “Cozinha Caseira de Annabel” e ela ensinou a fazer aquelas casquinhas de laranja cristalizadas. Adoro !
    Estou aprendendo a cozinhar contigo (que vergonha né).
    Sempre trabalhei 15 horas por dia e como não temos o hábito de jantar, quase não cozinhava em casa. Fim de semana, era a hora de conhecer restaurantes (já q não jantamos).
    Hj estou em casa (não por opção, mas por desemprego).
    Então resolvi cozinhar para relaxar, me manter ativa, enfim não entrar em depressão.
    Tenho uma filha de 16 anos e estou fazendo um caderninho com suas receitas prá ela (ela não sabe – hihihi).
    Eu faço, gosto, imprimo, colo no caderninho e quando ela “bater asas”, darei o caderno com as receitas para ela se virar.
    Será meu presente prá ela. Uma forma de dizer “Vá ! A mãe tá torcendo por vc – Vai dar tudo certo”. E se não der: prá que q serve casa da mãe, né ?!
    Vou fazer este doce com certeza.
    Obrigada por compartilhar este tesouro (sim tesouro, isto não é uma simples receita).
    Fique com Deus
    bjs

  • Luciana Carpinelli

    /

    Obrigada, Soninha. Do fundo do coração!
    São comentários como este seu que me fazem continuar compartilhando as minhas histórias e receitas. Você não sabe como fico feliz em saber que o que eu publico aqui tem sido útil para você e que eu esteja fazendo parte de uma linda história entre você e sua filha. Com certeza esse caderninho vai reconfortá-la quando estiver longe de casa. Tenho um enorme carinho pelos cadernos que minha vó fez para mim quando vim morar sozinha.
    Volte sempre e mais uma vez obrigada 🙂
    beijos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

9 − 2 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram