Você está aqui:  / Aves / Vegetais / Frango xadrez super fácil

Frango xadrez super fácil

wpid-img_20130403_141855.jpg

Acordei sem inspiração e deixei filé de frango e arroz descongelando para um almoço super básico. Quando voltei para prepará-los, olhei para eles e enxerguei um prato chinês. Demorou um pouquinho mais mas saiu um frango xadrez bem gostoso. Todo mundo merece um almoço diferente!

1 filé de frango em cubos
2 colheres de sopa de limão espremido
1 dente de alho picadinho
2 1/2 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de óleo de amendoim ou de gergelim (pode ser substituído por outro óleo vegetal)
1/2 pimentão pequeno em cubos
2 colheres de sopa de molho shoyo
3 colheres de sopa de água
+/- 2 colheres de sopa de amendoim torrado sem casca
2 colheres de sopa de cebolinha picada (opcional)
+/- 1 colher de sopa de gergelim torrado para enfeitar (opcional)
Sal a vontade

Tempere o frango com o limão, o alho e um pouquinho de sal (não exagere pois o shoyo já é bem salgado). Deixe descansar por uns 10 minutos. Em seguida, acrescente a farinha de trigo e misture bem para envolver os pedaços de frango.

Aqueça o óleo em uma panela alta e coloque o frango para tostar de todos os lados. Quando estiver dourado, retire e deixe escorrer sobre papel toalha.

Na mesma panela, adicione o pimentão (que pode ser de uma cor ou um mix de cores — eu usei do amarelo e do vermelho) para refogar um pouco. Coloque o shoyo, a água e o amendoim, retorne o frango ao molho e vá mexendo até engrossar e ficar brilhante.

Dica: A farinha que empanou o frango deve engrossar o molho, mas se preferir que fique mais espesso, dissolva meia colher de chá de maisena em 1 colher de sopa de água e coloque na panela, mexendo para não empelotar.

Prove e, se precisar, corrija o sal. Antes de servir, distribua o gergelim e/ou a cebolinha por cima.

O arroz branco virou só acompanhamento, mas ficou delicioso com o molho do frango. E o almocinho simples passou bem longe! 😉

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

9 − dois =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram