Você está aqui:  / Arroz e Risotos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Vegetais / Vegetariana / Risoto de ervilhas com hortelã
Risoto de ervilhas com hortelã Reviewed by Luciana Carpinelli on 28 de dezembro de 2020 .

Risoto de ervilhas com hortelã pode até parecer estranho à primeira vista, mas eu garanto…

Risoto de ervilhas com hortelã pode até parecer estranho à primeira vista, mas eu garanto…

Rating: 0

Risoto de ervilhas com hortelã

Risoto de ervilhas com hortelã pode até parecer estranho à primeira vista, mas eu garanto que fica MUITO gostoso e com os sabores super harmonizados. E ele é a última receita da série que comecei há alguns dias ensinando a preparar todos os elementos deste prato lindo e caprichado, depois do Crocante de queijo parmesão e das Cenouras caramelizadas .

Um risotinho bem cremoso que fiz, na ocasião, com ervilhas frescas germinadas, folhinhas de hortelã super fresca da horta, mini cenouras caramelizadas e, para finalizar, a telha de parmesão.

Não é por nada, não, mas ficou tão gostoso. Apaixonei!

Minha sugestão é que ele vire o cardápio da sua ceia de Reveillon. Não acha que combina com essa comemoração mais reduzida e sem aglomeração mas nem por isso menos especial? Fica a dica.

Risoto de ervilhas com hortelã

1 colher de sopa de manteiga gelada (deixe na geladeira)
1/2 cebola grande picada
1 dente de alho amassado ou bem picadinho
3/4 xícara de arroz arbório ou carnarolli
1/4 xícara de vinho branco (opcional)
+/- 2 e 1/2 xícaras de caldo de legumes (preferencialmente caseiro — veja AQUI como fazer)
3/4 de xícara de ervilhas frescas ou congeladas
1/4 de xícara de folhas frescas de hortelã em tirinhas
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino a vontade
Crocante de queijo parmesão para guarnecer (opcional)
Cenouras caramelizadas para servir (opcional)

Aqueça o caldo de legumes até ferver e desligue. Enquanto isso, coloque uma panela no fogo médio e aqueça 1 colher de manteiga e refogue a cebola sem deixar dourar.

Acrescente o arroz (não precisa lavar) e misture para distribuir bem o sabor. Regue o arroz refogado com o vinho, mexa e espere que quase seque (as pontas do arroz devem ficar transparentes).

Depois, coloque uma concha do caldo, as folhas de hortelã e misture de vez em quando para não grudar até quase secar. Aos poucos, vá repetindo esse procedimento: quando o arroz estiver secando, vá acrescentando conchas do caldo e mexendo. Faça isso até que o arroz fique quase al dente (vá experimentando sempre para não errar o ponto). Esse processo deve demorar cerca de 15 minutos e usar mais ou menos as 2 xícaras e meia de caldo até o arroz estar pronto (cremoso, sem muito caldo mas também não muito seco).

Junto com a última concha de caldo, acrescente também as ervilhas e tempere com sal e pimenta do reino.

Retire a panela do fogo e apoie-a sobre a pia. Retire a manteiga restante da geladeira e integre-a ao risoto juntamente do queijo ralado. Misture bem para que a manteiga e o queijo derretam (margarina não dá o mesmo ponto).

Na foto, servi com as Cenouras caramelizadas e o Crocante de queijo parmesão. Para finalizar, basta um fiozinho de azeite.

Esta receita serve bem duas pessoas.

Luciana Carpinelli

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

Sair da versão mobile