Você está aqui:  / Congelados / Massas e molhos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Sem lactose / Vegana / Vegetariana / Panqueca ou crepe de grão de bico (sem glúten, sem lactose, sem ovo)

Panqueca ou crepe de grão de bico (sem glúten, sem lactose, sem ovo)

Aproveitei um domingo de bobeira para testar e meio que inventar uma receita de panquecas veganas de grão de bico. O ponto positivo desta versão é que ela é mais proteica e têm mais fibras que a versão feita com trigo, além de que não tem glúten como a receita original.

Ah, outra vantagem do grão de bico é que ele é uma ótima fonte de triptofano, um aminoácido que estimula a produção de serotonina, a substância que gera bem-estar. Ou seja, ainda nos deixa felizinhos depois de comê-lo.

Para aproveitar a oportunidade, resolvi que não usaria leite nem ovo e fui tentando chegar a um ponto que eu achei que fosse funcionar. No fim deu super certo: a massa ficou um pouquinho mais amarela que a de trigo e com a textura um pouco mais firme. Mas no geral, gostei bastante do resultado — aposto que alguém desavisado não notaria a diferença  (e preciso contar que meu pai que não come nada muito diferente de macarrão e pizza experimentou sem saber o ingrediente “secreto” e nem reclamou!).

O molho é o Molho de tomates à Luciana, feito com tomates frescos e temperinhos especiais e que fica bem pedaçudo, do jeito que eu mais gosto.

Só tenho uma coisa a dizer: o almoço ficou muito bom!

Panqueca ou crepe de grão de bico (sem glúten, sem lactose, sem ovo)

3/4 de xícara de farinha de grão de bico
1 colher de sopa de amido de milho
1/2 xícara de castanhas de caju
1 xícara de água filtrada quente + 1/2 xícara de água fria
1 colher de café de fermento em pó
1 pitada de sal

Antes de começar, coloque as castanhas em uma tigela, cubra com a água quente, tampe com um prato ou pires e deixe de molho por pelo menos 1 hora. Depois desse tempo, escorra essa água e descarte-a.

Coloque no liquidificador a água fria (em temperatura ambiente, não precisa ser gelada), a farinha de grão de bico, o amido de milho, as castanhas, o fermento e o sal e bata bem até obter uma massa homogênea. Deixe descansar por 15 minutos.

Se a massa estiver muito grossa, você pode acrescentar água aos poucos até chegar ao ponto desejado.

Aqueça uma frigideira antiaderente e unte com umas gotinhas de azeite ou outro óleo. Eu gosto de usar um pedaço de papel toalha para espalhar bem.

Despeje mais ou menos uma concha da massa e vá girando a frigideira para cobrir todo o fundo com uma camada homogênea. Quando as laterais da massa começarem a desgrudar da borda da frigideira, use uma espátula para virar a massa. Ao final você deve ter 4 panquecas (ou 5, dependendo do tamanho).

Recheie-as com os ingredientes de sua preferência e sirva com seu molho preferido (molho de tomate, molho branco ou molho branco de palmito e castanhas (vegano),molho de tomate com funghi e ricota…). Eu gosto de salpicar parmesão ralado e levar ao forno por uns 10 minutinhos antes de servir.

Dica: Se quiser, congele as panquecas já recheadas com um pouquinho mais de molho do que você usaria para servir. Retire do congelador e deixe descongelar na geladeira por pelo menos 1 hora e depois leve ao forno com um pouquinho de queijo por cima até aquecer completamente.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: