Você está aqui:  / Acompanhamentos / Arroz e Risotos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Vegana / Vegetais / Vegetariana / “Arroz” de couve flor

“Arroz” de couve flor

Não gosto de couve flor mas sou tão teimosa que sigo experimentando formas diferentes de prepará-la pois ainda tenho esperanças de descobrir alguma receita que me conquiste. Ainda não cheguei lá, mas sinto que estou no caminho certo.

Este “arroz” de couve flor virou febre dos adeptos das mais diversas dietas e justamente por isso nunca me atraiu. Aí eu estava pensando em uma alternativa ao arroz para servir um peixe que eu queria preparar e lembrei dele. Resolvi testar e até que foi bem.

É um prato lowcarb, eu não gosto nada de couve flor, mas caprichei no tempero e ficou daqui ó 👌. Ou seja, nunca diga nunca!

“Arroz” de couve flor

1/2 couve flor
1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite (ou de manteiga)
1/2 cebola pequena bem picadinha
1/2 pimenta dedo de moça bem picadinha (com ou sem sementes)
1 colher de sopa de ervas frescas bem picadinhas
Sal e pimenta do reino a vontade

Corte a couve flor para separar em floretes (os pedaços não precisam ficar muito pequenos). Cozinhe no vapor (eu uso uma cestinha de metal sobre uma panela com água fervendo) por 10 minutos ou então no microondas sem água mesmo por 8 minutos.

Coloque a couve flor cozida no processador junto com o alho (corte em uns 3 ou 4 pedaços para distribuir melhor) e vá pulsando até ficar tudo picadinho. Cuidado para não bater demais e virar um purê.

Aqueça uma panela com o azeite (ou, se preferir, a manteiga) e refogue a cebola até ficar transparente. Coloque a pimenta, misture bem e, em seguida, junte a couve flor e as ervas (usei coentro e salsinha). Vá mexendo para integrar todos os temperos.

Prove e acerte o sal e a pimenta do reino. Sirva o “arroz” de couve flor substituindo o arroz com qualquer acompanhamento.

Estas quantidades servem bem entre 2 e 3 porções.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comentários

  • Fabiana Frantz de Oliveira

    /

    Oi, Luciana! Tenho uma sugestão de receita para você: tabule de couve flor. É gostoso!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Hum, gostei da dica, Fabiana. Super temperadinho deve ficar bom!
    Anotei e vou fazer em breve. 🙂

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: