Você está aqui:  / Entradas e petiscos / Massas e molhos / Pesto de folhas da couve flor

Pesto de folhas da couve flor

Um tema que tem despertado minha atenção é o desperdício de comida. Um dos principais motivos da existência do CP2ou1 é justamente evitar ao máximo as sobras, principalmente para quem cozinha para poucas pessoas.

Esta semana resolvi embarcar no #DesafioNutriCP2ou1 e experimentar novas formas de preparar legumes que não fazem parte da minha alimentação regular. Não gosto de couve flor, mas resolvi experimentar preparações diferentes das que não curto e, quem sabe, descobrir novas possibilidades que agradem meu paladar.

Escolhi uma bela couve flor orgânica, que trouxe para casa com as folhas, lindas e bem verdes. Antes mesmo de pensar no que faria com a couve flor propriamente dita, resolvi pensar em alguma receita para aproveitar as belas folhas, evitando que o destino delas fosse o lixo.

Olha que coisa mais linda esse molho pesto de folhas da couve flor! Adorei o resultado: um sabor intenso e equilibrado com uma cor super viva. Experimente também!

Pesto de folhas da couve flor

1/4 xícara de azeite extra virgem
1 xícara de folhas da couve flor
1/4 xícara de amêndoas ou de castanhas de caju
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 dente de alho
Sal a vontade

Lave e seque bem as folhas de couve flor. Retire os talos mais grossos e corte grosseiramente as folhas. Somente então meça 1 xícara.

Misture todos os ingredientes e mexa bem. Você pode fazer da forma tradicional, socando em um pilão que não seja metálico (para não oxidar), ou agregando tudo no liquidificador ou em um processador de alimentos (parando e usando uma espátula para empurrar os ingredientes para baixo sempre que necessário).

Dica: como esta receita pede poucos ingredientes, vale a pena investir em um bom queijo. Não precisa comprar os importados ou italianos originais, mas sugiro escolher pelo menos uma pequena peça de parmesão nacional e ralá-la na hora de usar. A qualidade do azeite também influencia bastante no resultado final.

Esta receita rende o suficiente para envolver duas porções bem servidas de massa (cozidinha al dente, é claro!). O pesto deve apenas lubrificar a massa, ela não precisa ficar mergulhada nele. E, como já tem queijo ralado nos ingredientes, não é necessário servi-lo a parte.

Este pesto de folhas da couve flor pode ser congelado pronto. Para isso, coloque-o em forminhas de gelo, leve ao congelador e, quando ficar firme, retire da forma e guarde em sacos plásticos bem fechados. Para utilizar, descongele na geladeira de um dia para o outro e deixe em temperatura ambiente antes de envolver a massa. Caso vá utilizá-lo mais rapidamente, deixe na geladeira em pote tampado por até uns 5 dias.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

1 Comentário

  • Jessica

    /

    Conheci agora e amei demais seu blog! Tambem cozinho só para mim e as pessoas acham um absurdo mas é a melhor forma de nos alimentarmos bem, e não sei de onde surge a ideia de que precisamos depender de outra pessoa para ter prazer em fazer uma comida boa e etc. Parabens amei as receitas vou testar varias

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: