Você está aqui:  / Acompanhamentos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Vegetais / Vegetariana / Farofa de couve (viradinho de couve)

Farofa de couve (viradinho de couve)

A louca da farofa ataca de novo! Desta vez com um viradinho de couve que é super fácil de fazer e que fica uma delícia ao lado de praticamente qualquer coisa.

Esta farofa de couve é um acompanhamento super brasileiro, também pelas cores verde e amarelo. Desde o bife com arroz e feijão até pratos mais caprichados como a Moqueca de palmito pupunha ou um Bobó de camarão (ou ainda um Bobó de frango, ainda mais simples). É uma delícia e o prato ainda fica lindo.

Aliás, fica aqui um questionamento: você sabe qual é a diferença entre farofa e viradinho? Eu sempre chamei de farofa, mas sempre que temos este prato no refeitório da empresa em que trabalho ela aparece como viradinho de couve. Sempre tive essa dúvida mas ninguém nunca soube me explicar. Se você souber, por favor me conte. 🙂

Farofa de couve (viradinho de couve)

2 colheres de sopa de manteiga
1/2 cebola em meias rodelas bem fininhas
50g. de bacon (de preferência sem gordura)
2 xícaras de couve lavada e cortada em tiras bem fininhas
1 xícara de farinha de milho flocada
Sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça uma frigideira e derreta 1 colher de sopa de manteiga. Junte a cebola e o bacon até começar a dourar.

Adicione a couve e espere começar a murchar. Eu gosto de cortar as tiras de couve em pedaços menores para ficar mais fácil de misturar à farofa. Mexa para distribuir bem os sabores.

Quando a couve abaixar, sem deixar cozinhar muito, acrescente a farinha de milho e o restante da manteiga e vá misturando até que ela fique tostadinha, a seu gosto. Eu gosto de deixar a farinha mais crocante.

Prove e tempere com sal e pimenta do reino. Sirva a farofa de couve em seguida.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

1 Comentário

  • MARIA ANNA HILL

    /

    Fiz e ficou uma delícia!! Só li a dica de cortar as folhas de couve na metade depois que misturei tudo… Teria sido bem melhor pra misturar mesmo, vou fazer isso na próxima. Nota dez! Gostoso, saudável, comida de verdade

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: