Você está aqui:  / Entradas e petiscos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Sem lactose / Sopas, cremes e caldos / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Sopa oriental de cogumelos com macarrão bifum

Sopa oriental de cogumelos com macarrão bifum

Não é novidade para quem me acompanha há algum tempo que amo as influências orientais na culinária é por isso que vira e mexe aparece um prato com “olhinhos puxados” por aqui.

Passei uns dias atrás com o estômago ruim e comendo pouquinho e, quando isso acontece, é quase instintivo desejar um belo prato de Missoshiro, que tem um sabor suave mas muitas vitaminas e nutrientes para levantar o corpo. Para variar o cardápio e garantir um almoço um pouquinho mais reforçado, pensei em incrementar um pouquinho e fiz esta sopa oriental de cogumelos com macarrão bifum, incrementando o caldinho saboroso com um pouco mais de proteína e um tantinho de carboidrato, mas sem glúten.

Mas é claro que esta receita serve muito bem também para quem não está passando mal — muito pelo contrário! Aproveite também pois é uma refeição bem equilibrada e saudável.

Sopa oriental de cogumelos com macarrão bifum

250g. de cogumelos frescos (usei champignon Paris e enoki; pode ser shimeji, shitake…)
3 xícaras de água ou caldo de legumes (preferencialmente caseiro – veja AQUI como fazer)
2 dentes de alho bem picadinhos
1 colher de chá de gengibre bem picadinho
1 colher de sopa de azeite (ou manteiga)
1 colher de sopa de molho shoyo
2 colheres de sopa de saquê mirim licoroso
150g. de bifum (macarrão fininho de arroz)
1 colher de sopa de missô
1 punhado de cebolinha picadinha
Sal e pimenta branca a vontade

Aqueça uma panela com o azeite ou manteiga e coloque o alho para refogar com o gengibre. Antes que comece a dourar, junte os cogumelos (fatiados, se forem grandes) e deixe refogar também até que estejam macios e levemente dourados.

Junte o caldo ou a água e, assim que ferver, conte 5 minutos. Tempere com o shoyo, o saquê e junte o macarrão. Cozinhe em fogo baixo por mais 2 minutos.

Desligue o fogo, dissolva o missô e integre-o bem ao caldo. Prove e tempere com sal, se necessário, e pimenta branca a vontade. Sirva em seguida salpicado com a cebolinha.

Estas quantidades servem bem duas pessoas como uma refeição leve e equilibrada.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

dezessete − sete =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram