Você está aqui:  / Comer fora / Guia completo de feiras gastronômicas, food trucks e comida de rua em São Paulo

Guia completo de feiras gastronômicas, food trucks e comida de rua em São Paulo

ButantanFoodPark
No verão sempre bate aquela vontade de sair de casa nos finais de semana, de passear ao ar livre, aproveitar um pouco do sol… e experimentar uma comidinha diferente. Só que quando se mora em São Paulo, uma das capitais mundiais da Gastronomia, comer bem geralmente significa gastar muito dinheiro.

Mas nas feiras gastronômicas, algumas já super tradicionais na cidade, cada vez mais aparecem oportunidades legais para todo mundo experimentar sabores diferentes de grandes chefs e restaurantes famosos por preços mais acessíveis.

Comida de rua é super disseminada pelo mundo todo, mas agora está mais profissional que nunca, se dissociando da ideia de que se trata de pratos mal preparados e feitos com ingredientes duvidosos.

Os famosos furgões de Nova York e tão comuns em algumas grandes cidades da Europa estacionaram na capital paulista como food trucks, uma versão mais moderna e arrumadinha dos antigos carrinhos de pastel, das barraquinhas de churrasco grego e das vans de cachorro quente.

FoodTruckMassaNaCaveira

No início de 2012, o roteiro gastronômico de rua em São Paulo foi oficialmente lançado pelos chefs Henrique Fogaça e Checho Gonzales com “O Mercado”, evento esporádico e itinerante realizado pela primeira vez na área externa do restaurante Sal e que atraiu tantos clientes que muitos chegaram a ficar fora da fila quilométrica.

O sucesso da ação incentivou a criação da “Feirinha Gastronômica”, que começou ocupando um estacionamento na Vila Madalena e depois se mudou para um galpão especialmente planejado para este fim na Praça Benedito Calixto — onde hoje é realizado o “Panela na Rua”, com curadoria da chef Luiza Hofmann.

No ano passado, foi inaugurado com muito burburinho o “Butantan Food Park”, uma área de 1.400 m² que era um estacionamento abandonado e hoje reúne food trucks ou bikes, barracas e afins, chegando a receber 7 mil visitantes nos dias de maior movimento.

Apesar de, em sua maioria, estes espaços possuírem uma boa infraestrutura, incluindo mesas coletivas, banheiros e segurança, as longas filas são quase inevitáveis. Em contrapartida, temos acesso a comida boa com preços razoáveis — com o valor que pagaria em um jantar de restaurantes não muito caros você prova pratos diferentes e ainda se diverte, pois o clima costuma ser sempre agradável.

Como este formato é uma maneira prática de viabilizar projetos de jovens empreendedores que precisariam de anos para conseguir abrir um restaurante próprio, o aumento da concorrência e da diversidade de opções tende a proporcionar o estabelecimento de preços mais justos e também de uma maior distribuição geográfica dessas praças de “alimentação móvel”.

FoodParkPanelaNaRua

Um exemplo disso é que grandes redes de shoppings e outros centros de compras já estão aderindo à reunião de barraquinhas de comida e trailers em seus estacionamentos para eventos e datas especiais.

Ah, é importante dizer que, para acompanhar a programação, tanto dos eventos quanto dos expositores, o melhor mesmo é usar as redes sociais dos food parks e das marcas, que costumam estar sempre atualizadas.

Com a onda de popularização dos caminhões de comida, alguns sites e apps especializados já estão surgindo para facilitar esta tarefa. O Guia Food Trucks, por exemplo, atualiza diariamente a programação de comida de rua em São Paulo por meio de suas redes sociais (Instagram, Facebook, Twitter e YouTube), pelo site e também oferece gratuitamente um aplicativo de geolocalização disponível para download nas lojas da Apple, Google Play e Amazon.

Já o Food Truck nas Ruas pretende ajudar pessoas de todo o País a localizarem os food trucks mais próximos. Além de São Paulo, o serviço inclui também roteiros de Minas Gerais, Brasília, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Bahia — o aplicativo para acesso móvel, em smartphones com iOS e Android, é gratuito.

Confira abaixo um guia completo de feiras gastronômicas, food trucks e comida de rua em São Paulo e também algumas dicas para não pagar mico nos food parks.

 


ButantanFoodPark2

Os mandamentos dos food parks

  1. Respeite a fila: geralmente os caixas ficam ao lado do balcão ou na janela dos trailers. É sempre gentil perguntar para as pessoas que estão próximas se elas já aguardam na fila.
  2. Defina o pedido: não tem nada mais desagradável do que aquela pessoa que empaca na nossa frente pois está indecisa sobre o que pedir.
  3. Leve dinheiro trocado: quase todos os food trucks e barracas aceitam cartão, mas não custa nada acelerar o processo. Sempre que puder, use dinheiro trocado para evitar a lentidão das maquininhas.
  4. Tenha foco: para não contribuir com filas ainda mais longas, deixe para tirar fotos, conversar com os amigos ou enviar SMS depois. Faça o seu pedido, retire-o e libere a área próxima à barraca ou ao caminhão.
  5. Não seja desagradável: lembre-se de que você não está em um restaurante, por isso não dá para esperar um serviço completo. Às vezes não há talheres ou copos, apenas guardanapos e canudos – entre na onda, afinal você está comendo na rua!
  6. Não reserve lugar: alguns food parks oferecem mesas, mas não seja inconveniente ao guardar sua cadeira antes mesmo de decidir o que vai comer ou de fazer o pedido. Enquanto você faz isso, outra pessoa poderia terminar a refeição confortavelmente e depois lhe ceder o espaço.
  7. Seja rápido: o princípio da comida de rua é a rapidez. Portanto, não dificulte a rotatividade e libere as mesas após terminar a sua refeição, sem enrolação. Levante logo para que outros também possam se sentar.
  8. Jogue o lixo no lixo: não há nada mais desagradável do que um lugar cheio de resíduos espalhados. Após comer, recolha embalagens, guardanapos e sobras e deposite-os na lixeira mais próxima.

 

 Butantan Food Park

Espaço ao ar livre com áreas cobertas, mesas e bancos – e até aquecimento para os dias mais frios, que reúne cerca de 35 barracas, food trucks, trailers e outros veículos. Com funcionamento diário, o Butantan Food Park oferece diversas opções, de sanduíches a crepes e tapiocas, passando por massas frescas, comidas mexicanas e indianas até doces e produtos artesanais, acompanhados de vinhos em taça, sucos gaseificados artesanais, para comer na hora ou levar pra casa. As barracas aceitam cartões de crédito e débito e há boa estrutura de banheiros.

Rua Agostinho Cantu, 47 (próximo ao metrô Butantã, a pé; e ao fim da ponte Eusébio Matoso, de carro)
Segundas a quartas-feiras, das 11h às 16h; quintas-feiras a sábados, das 11h às 22h; domingos, das 12h às 19h.

 

Panela na rua

Espaço coberto de 400m² projetado especialmente para eventos desta natureza, que reúnem no máximo 30 opções de pratos elaborados, sanduíches gourmet, opções vegan, doces e bebidas artesanais. Algumas barracas aceitam cartões. Tem wi-fi, possui estrutura com mesas coletivas e banheiros.

Praça Benedito Calixto, 85 (estações de metrô mais próximas: Clínicas ou Sumaré)
Domingos, das 12h às 18h e quintas-feiras , das 18h às 22h.
Preço: de R$8 a R$30

 

EventoGastronomicoDoBem

Evento Gastronômico do Bem

Feira de comida de rua que reúne grandes chefs, restaurantes e food trucks com o objetivo em comum de praticar a responsabilidade social. Realiza edições no estacionamento do Estádio do Pacaembu, sempre com uma ONG beneficiada pelas doações de expositores e do público, através de latinhas nas barracas. Algumas só aceitam dinheiro. Estacionamento: Zona Azul.

Praça Charles Miller s/n – estacionamento do Estádio do Pacaembu
Domingos, das 11h às 21h.
Preços: de R$ 5 a R$ 25

 

O Mercado

Feira gastronômica pioneira em SP, que acontece desde 2012 em diversos locais da cidade — é bem conhecida pela cuidadosa seleção dos participantes com preços acessíveis e rigorosos critérios de higiene e segurança.

Não possui endereço fixo (evento esporádico e itinerante). Programação atualizada na página do Facebook: http://www.facebook.com/o.mercado.feira.gastronomica

 

Feirinha Gastronômica Jardim das Perdizes

São mais de 50 expositores entre barracas, caminhões, carrinhos, trailers e bicicletas que comercializam comidinhas, pratos, bebidas e doces distribuídos em um espaço ao ar livre de 4.000m² com mesas compartilhadas, ao lado do Parque Jardim das Perdizes. Estacionamento gratuito no local.

Av. Marquês de São Vicente, 2.301 (Água Branca/São Paulo)
Sábados e domingos, das 12h às 20h.
Preços: entre R$ 5 e R$ 20.

 

FoodParkWheelz

Wheelz Gastronomia Urbana

Espaço descolado e aconchegante ao ar livre que acomoda, na hora do almoço de terça a sexta-feira, até 9 food trucks e bicicletas gourmet de diferentes tamanhos com cozinha atual. São 400m² de área arborizada com mesas e bancos comunitários, com sistema de reaproveitamento de água da chuva, iluminação natural e utilização de madeira de demolição, além de DJs convidados. Ideal para quem busca um momento de descontração em meio à correria do dia a dia de trabalho. Acesso para deficientes com banheiro adaptado.

Rua Chilon, 381 (Vila Olímpia, São Paulo)
Terça a sexta-feira, das 11h30 às 15h.
http://www.espacowheelz.com.br

 

Cenarium Gastronômico

O espaço gastronômico abriga um restaurante fixo e um food hall que acomoda mil pessoas sentadas em uma área coberta que funciona em sistema de revezamento com 30 vagas para barracas e food trucks. O local ainda recebe eventos especiais e tem parte de seu muro ocupado por arte urbana de artistas multiculturais. Conta com 40 banheiros de alvenaria.

  1. Voluntários da Pátria, 498 (Santana, esquina com Marginal Tietê – ao lado do metrô Tietê)
    Segundas a quarta-feiras, das 11h às 16h; quintas a domingos, das 11h às 20h.
    Preços: R$ 15 a R$ 25

 

Pátio Casa Verde

Localizado na Zona Norte de São Paulo, é uma galeria de lojas que recebe dez food trucks que vão de doces gourmet e cervejas artesanais até pratos elaborados por chefs. Ambiente agradável e familiar com espaço confortável com mesas e banheiro. As barracas aceitam cartões.

Rua Relíquia, 383 (Casa Verde, São Paulo)
Segunda a sexta-feira, das 11h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 20h.

 

Festival de Comidinhas

Festival gastronômico que acontece em um amplo galpão na Vila Olímpia, sem muitas filas, e que também pretende ajudar ao próximo por meio de contribuições dos participantes. A programação inclui, além de comidinhas de chefs, shows musicais, moda e diversão. Possui mesas altas (que acomodam três pessoas em pé) e as barracas aceitam cartões. Há valet na porta.

Rua Casa do Ator, 906, Vila Olímpia.
Domingos, das 12h às 19h.

 

BikeFoodTastyCoffee

 

 

Feira Gastronômica do Mercado Pop

Idealizada por Rita Pescuma com curadoria do Chef Caio Cezar Mayer, oferece o que há de melhor na comida de rua paulistana. Acontece em duas diferentes versões: em frente à praça Benedito Calixto e na rua Augusta, a mais balada da cidade de São Paulo.

Mercado Pop — subsolo (R. Teodoro Sampaio, 1041 — próximo ao metrô Clínicas)
Sábados, das 11h às 18h.

Edição Quinzenal (R. Augusta, 2656 — próximo à estação Consolação do metrô)
Domingos, das 11h às 18h.

Agenda em http://mercadopop.art

 

_ Espaço Berrini Gastronomia

São cerca de 40 expositores, entre food trucks e barracas, que ocupam uma área com mais de 10 mil m² atrás do shopping Morumbi. Há mesas, espaços cobertos, locais para crianças e acessibilidade. Alguns expositores aceitam cartões de débito e crédito. Retorna as atividades em janeiro.

Rua Engenheiro Mesquita Sampaio, 518
Sábados e domingos, das 10h às 20h.
Preços entre R$ 5 e R$ 25 
Mais informações: www.berrinifoodpark.com.br

 

Mercadinho Chic!

Uma minifeira permanente de moda, arte e design contemporâneo com espaço gourmet com mesa coletiva, ar condicionado e acesso a deficientes. Aceita cartões. Retorna das férias em 13/01.

Estados Unidos, 1.626 (entre as ruas Oscar Freire e Haddock Lobo, Jardins/São Paulo)
Sábados e domingos, das 12h às 19h.

 

Moema Food Trucks

A feira é promovida pelo Guia Food Trucks em parceria com os lojistas da região e recebe um público médio de 3 a 4 mil pessoas por edição. Por conta do evento, algumas lojas ficam abertas em torno do encontro de trucks.

Rua Gaivota, 1423 (Moema/São Paulo)
Todo último domingo de cada mês, das 12h as 18h.

 

FoodTruckLosMendozitos

Augusta Food Spot

Parque Gastrônomico em uma região central e de fácil acesso com diversas atrações e intervenções artísticas, música ao vivo e DJs. Inauguração em breve.

http://www.augustafoodspot.com.br/

 

Chefs no bairro

Primeiro evento gastronômico fixo na Zona Leste, ocupa um espaço gourmet de 300m² coberto, iluminado e arejado. Conta com mesas e cadeiras. Retorna em fevereiro.

Avenida Itaquera, 1280 (Cidade Líder/São Paulo)
Domingos, das 12h às 19h.

 

_Faria Lima Food Park

A infraestrutura limitada de três mesinhas com cinco food trucks e dois carrinhos de doces aconteceu temporariamente em 2014 em uma travessa da Avenida Brigadeiro Faria Lima.

Rua Matias Valadão, entre a rua dos Pinheiros e a Av. Rebouças (metrô Faria Lima)
De segunda a sexta-feira, das 11h às 16h.

 

Feira Vila Olímpia Gastronomia

Um espaço que abriga mostras e exposições de arte e foto, agora tem um evento exclusivo de gastronomia, sempre aos domingos. O EspaçoArte conta com diferenciais de conforto como climatização no espaço interno e agradável área externa, com jardins, que recebem pocket-shows, exposições de arte e apresentações musicais. Aceita apenas dinheiro. Atualmente fechado.

Rua Quatá, 684 (Vila Olímpia/São Paulo)
Domingos, das 12h às 20h.

 

Feira de Artes e Cultura da Praça da República

Uma das mais tradicionais feiras de artesanato da cidade também oferece opções gastronômicas como sanduíches, pastéis, massas, yakissoba, tempurá, acarajé, cuscuz, doces e os mais diversos tipos de guloseimas

Praça da República (ao lado do metrô República)
Sábados e domingos, das 9h às 17h.

 

FeiraBeneditoCalixto

_ Feira da Praça Benedito Calixto

É um misto de mercado de pulgas e feira de artesanato que possui uma área reservada para barracas de comida ao som de chorinho: pastéis, acarajé, empanadas, bacalhau, caldinho de feijão, esfihas, pratos típicos da região Norte do Brasil e doces caseiros.

Praça Benedito Calixto, 112 (Pinheiros – estações de metrô mais próximas: Clínicas e Sumaré)
Sábados, das 8h às 19h.

 

Feira de Artes do Trianon

Surgiu no final da década de 1970, quando um grupo de artistas exibia suas obras no passeio da Avenida Paulista. Atualmente, cerca de 160 expositores dividem-se em artesanato e artes plásticas, bem como alimentação e floricultura. Entre as opções gastronômicas estão salgadinhos, receitas baianas, excelentes opções de comida mexicana, bolinhos de bacalhau, sorvetes, bolos, doces e chocolates caseiros. Conta com equipe particular de segurança, além de uma unidade móvel da Polícia Militar.

Avenida Paulista, altura do n° 1.700, em frente ao Parque Siqueira Campos (Parque Trianon — metrô Trianon/MASP)
Domingos, das 9h às 17h.

 

_ Feirarte do Ipiranga

São mais de 100 expositores que comercializam artesanato e comidas em frente ao Museu do Ipiranga e ao Parque da Independência. Há opções que vão desde a batata frita até pratos japoneses, passando por tapiocas, fogazzas, panquecas e doces diversos.

Rua dos Patriotas (entre a rua Bom Pastor e a avenida Nazaré, no bairro do Ipiranga/São Paulo)
Domingos, das 10h às 17h30.

 

feira-da-liberdade-divulgacao

_ Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Praça da Liberdade

O bairro oriental da cidade reúne aos fins de semana diversas barracas de artesanato, acessórios e roupas, mas também de comida — principalmente pratos típicos japoneses como tempurá, yakisoba, bifum, takoyaki, bolinhos de peixe e doce de feijão; mas também com churrasco e pastel.

Praça da Liberdade, s/n (metrô Liberdade)
Sábados e domingos, das 9h às 18h.

Dica: para evitar a aglomeração da Feira da Liberdade, sugiro o Jardim Oriental como uma alternativa mais confortável. Atrás de um espelho d’água com carpas, pedras e pés de bambu, há um espaço tranquilo com algumas poucas mesas e bancos de plástico onde você pode saborear porções de tempurá, guioza, teishokus, takoyakis, okonomiyakis, udons, yakisoba, temaki, pastéis e até churrasco.
Rua Galvão Bueno, 72 (Liberdade/São Paulo — metrô Liberdade)
Sábados e domingos, das 11h às 17h. 

 

_ Feira da Kantuta

Mantida pela comunidade boliviana de São Paulo, reúne a comida típica, o artesanato, a música e as tradições dos imigrantes em uma praça do Pari, zona Norte da cidade. São vendidas salteñas (pastel tradicional recheado com carne), buñuelo (massa frita) e salsipapas (salsicha, cebola, batata e banana da terra fritas) e pratos mais exóticos como anticucho (coração de boi no espeto) e api (suco de milho roxo, servido quente).

Praça Kantuta (altura do nº 625 da rua Pedro Vicente — próximo à estação Armênia do metrô)
Domingos, das 11h às 19h.

FOTOS: divulgação

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

1 Comentário

  • Raul

    /

    Muito legal esse post e as dicas.
    Abço e sucesso ao blog!

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: