Você está aqui:  / Congelados / Entradas e petiscos / Pães e biscoitos / Sanduíches / Pão australiano (Aussie Bread) com manteiga cremosa do Outback

Pão australiano (Aussie Bread) com manteiga cremosa do Outback

PaoAustralianoComManteigaCremosa_CoznhandoPara2ou1

Minha paixão por preparar pães não é segredo por aqui. Adoro a magia de misturar a farinha com fermento e água, formar a massa, trabalhar para que ela cresça e esperar que fique fofinha e gostosa. Além disso, todo esse processo, por si só, é uma deliciosa terapia — esqueço completamente do mundo enquanto brinco de massinha. 🙂

Este pão australiano, que ficou famoso por causa do restaurante Outback, estava na minha fila havia muito tempo. Já tinha testado duas outras receitas mas não ficaram tão boas para mereceram vir para cá. Eu queria encontrar a melhor receita dele, só que depois dessas tentativas frustradas sempre acabava o deixando trás por algum motivo.

Na semana passada resolvi que faria um pão caprichado apesar do tempo frio e do risco dele solar. Estava precisando de um tempo para mim, sem pensar em nada, só prestando atenção nas modificações dos ingredientes, sentindo a massa se desenvolvendo nas minhas mãos. E foi então que me lembrei desta receita, de um recorte de revistinha que estava perdido no meu caderno de receitas.

O perfume pela cozinha e os pães crescidos e bonitos foram a recompensa da massa bem sovada no “muque”. Mereceram uma manteiga também caprichada e especial, que derreteu rapidamente nos pedaços quentinhos do pão. Precisa dizer mais o quê sobre esta delícia? Pode providenciar logo os ingredientes e experimentá-lo também!

Pão australiano (Aussie Bread) com manteiga cremosa do Outback

1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de farinha de centeio
1/2 colher de sopa de cacau em pó (ou chocolate em pó sem açúcar)
1 colher de café de sal
1 e 1/2 colher de sopa de açúcar mascavo
1 colher de sopa de fermento biológico seco (fermento para pão)
1/2 xícara de água morna
2 colheres de sopa de mel ou melado de cana
1 colher de sopa de manteiga
Fubá para polvilhar

Peneire todos os ingredientes secos (menos o fubá) em uma bacia, retorne os resíduos que ficaram na peneira e abra um buraco no meio.

Misture a água com o mel/melado e despeje sobre os ingredientes secos, misturando bem com as mãos até obter uma massa homogênea. Transfira a massa para uma superfície limpa, polvilhada com um pouquinho de farinha de trigo e vá amassando-a e sovando-a (clique AQUI para ver todas as Dicas sobre como sovar a massa de pães).

Aos poucos, vá incorporando a manteiga à massa. Parece que não vai dar certo, mas pode acreditar e ir amassando a massa com a manteiga que dá certo sim. Evite ao máximo acrescentar mais farinha, aos poucos a massa vai desgrudando e ficando maleável e fofinha.

Se tiver uma batedeira planetária, pode bater a massa com o gancho em velocidade máxima. A manteiga também entra depois que a massa estiver bem misturada.

Quando a massa estiver lisa, retorne-a à bacia, cubra com plástico filme ou um pano umedecido com água fervendo e deixe crescer por 1 hora. Eu gosto de deixar dentro do microondas desligado.

Com uma faca afiada, corte a massa em duas ou três partes e molde os pães. Se preferir, faça pãezinhos menores. Coloque-os em uma forma ou assadeira polvilhada com fubá, deixando uns 10 centímetros entre eles. Polvilhe os pães com o fubá e deixe-os crescer novamente por mais 1 hora. Eu fiz alguns cortes nas laterais dos pães para decorar.

Depois desta segunda pausa, leve os pães ao forno preaquecido em 180ºC por mais ou menos 30 minutos ou até que a superfície dos pães estejam douradas e a sua cozinha, deliciosamente perfumada. Retire os pães do forno e deixe-os esfriar preferencialmente sobre uma grade.

Para preparar a manteiga cremosa, você só precisa de uma boa manteiga em temperatura ambiente e água bem gelada. Coloque pelo menos duas colheres bem cheias da manteiga na batedeira e aos pouquinhos vá acrescentando colher a colher da água gelada enquanto bate, sem exagerar, até dobrar de volume.

Aí vai do seu gosto: eu prefiro a manteiga aerada mas ainda firme, então não bato muito. Se preferir mais “macia”, continue batendo. Depois disso, coloque-a em um potinho para servir. (Se não consumir tudo, mantenha em pote fechado na geladeira.)

Retire os pães do forno e sirva-os ainda quentinhos com a manteiga. Para ficar bem característico, servi com a faca enfiada no pão, como costumam fazer no Outback. 😉

Estas quantidades rendem três pães médios (suficientes para sanduíches individuais) ou dois um pouco maiores. Se quiser, espere os pães esfriarem completamente, embale-os em um sacos plásticos, retire o máximo de ar possível e feche bem para congelá-los por até 3 meses.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

10 Comentários

  • Pingback

  • Luciana Carpinelli

    /

    Cris, faz mesmo que é uma delícia!
    E depois volta pra contar o que achou 🙂

  • isabela

    /

    pode substituir a farinha de centeio por alguma outra?

  • Luciana Carpinelli

    /

    Isabela, pode sim, por qualquer outra farinha.
    O resultado não vai ser o mesmo, mas garanto que vai ficar gostoso 🙂
    Beijo e volte sempre!

  • Cintia Arena

    /

    Luciana , Bom dia…tenho tendinite , então não consigo sovar massa, e possivel preparar essa massa na maquina de pão, ja que ela pede para por a manteiga aos poucos?

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Cintia. Tenho quase certeza de que dá certo sim, mas como eu nunca usei uma máquina de pão não sei te orientar sobre como programá-la para esta receita. Sugiro que você dê uma olhada no manual e adapte de acordo com as instruções do aparelho, ok?
    Depois conta pra gente como você fez! 😉
    Beijo

  • Clarissa

    /

    Na descrição da receita, percebi que o fermento não foi “ativado” antes de ser incorporado à massa. É isso mesmo? Obrigada!

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Clarissa. É isso mesmo, pode seguir a receita direitinho como está descrita aí em cima que eu fiz assim e o pão ficou lindo. 🙂
    Beijo e volte sempre!

  • lehnan

    /

    Eu gosto da informação valiosa que você fornece em seus artigos. Vou marcar o seu weblog e verificar novamente regularmente, estou certo que vou aprender muitas coisas novas aqui! Boa sorte e até mais!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

oito − dois =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram