Você está aqui:  / Acompanhamentos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Vegetais / Vegetariana / Purê de batata doce com wasabi

Purê de batata doce com wasabi

Pensar nos diferentes elementos para montar um prato é uma terapia para mim. Minha maior diversão é, a partir de um dos elementos, desenhar uma história com um fio condutor que me leve aos demais itens, com certa coerência.

Este purê de batata doce com um toque do wasabi nasceu para acompanhar a Costelinha suína ao missô, feita com ingredientes orientais. Para completar e dar o último detalhe, pensei em preparar a cebolinha tostada, um ingrediente que aparece muito com o Ramen (um macarrão servido no caldo com complementos). Com ela fritinha, os sabores ficam muito mais intensos e ainda dão um detalhe crocante ao prato.

Ou seja, chegamos a um acompanhamento super fácil de preparar, cheio de personalidade e muito gostoso. E o melhor é que a batata doce ainda é um carboidrato complexo, com baixo índice glicêmico (isso significa que a energia que ele fornece ao organismo é liberado lentamente, sem causar picos de glicemia no sangue). Gostoso e saudável, uma combinação perfeita. Não acha? 😉

Purê de batata doce com wasabi

250g. de batata doce em cubos médios
2 colheres de sopa de manteiga
1/2 xícara de leite
1 colher de sopa rasa de wasabi (raíz forte – pasta ou em pó)
Sal e pimenta do reino a vontade

Coloque a batata doce em uma panela com bastante água e leve ao fogo alto. Quando ferver, coloque uma colher de sopa de sal e deixe cozinhar até que a batata doce esteja macia (cerca de 15 a 20 minutos). Escorra e amasse a batata em uma amassador ou com o garfo mesmo.

Derreta a manteiga em uma panela e coloque a batata amassada. Dissolva o wasabi no leite e acrescente à batata. Caso você não goste muito de wasabi, use metade e, depois de experimentar, coloque o restante. Misture para integrar bem.

Prove e tempere com sal e pimenta a gosto.

Sirva em seguida o purê de batata doce com wasabi. Eu servi com cebolinhas tostadas e a maravilhosa Costelinha suína ao missô.

Estas quantidades servem bem entre duas e três porções, dependendo dos complementos.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

1 Comentário

  • Gabriel

    /

    Parabéns…. Muito bom!

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: