Você está aqui:  / Acompanhamentos / Massas e molhos / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Sem lactose / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Ragú de shimeji

Ragú de shimeji

RaguDeShimeji_CozinhandoPara2ou1

Cozinhar, pra mim, é uma aventura: geralmente começa com alguma ideia ou ingrediente e eu quase nunca sei como vai acabar. Foi assim com essa bandejinha de shimeji.

Olhei para ela e resolvi que não viraria a tradicional porção de Shimeji na manteiga (que eu amo, mas é sempre bom variar!). Olhei, olhei, olhei… e me lembrei de um ragú com polenta que acabei nem comendo em um food truck.

Vontade despertada, o caminho estava aberto: mãos à obra. Com um preparo super simples e bem próximo do que sempre faço, em menos de 15 minutos o almoço estava pronto!

Mais uma receitinha gostosa para nossa coleção de receitas para uma #SegundaSemCarne mas cheia de sabor. 🙂

Ragú de shimeji

200g. de shimeji (claro ou escuro)
2 colheres de sopa de manteiga ou azeite
1/2 cebola pequena em cubinhos
1 colher de sopa de molho inglês
3/4 de xícara de vinho tinto seco
1 punhado de cebolinha picadinha ou desidratada
Sal e pimenta do reino a vontade

Em uma frigideira alta, derreta em fogo médio 1 colher da manteiga (ou aqueça o azeite) e coloque a cebola para refogar, sem deixar que doure. Acrescente o shimeji solto (sem a parte final dos cabinhos), tempere com sal e pimenta e misture.

Junte o molho inglês, o vinho e mexa bem. Abaixe o fogo para o mínimo e deixe cozinhar por uns 8 a 10 minutos para que os cogumelos fiquem macios e o molho encorpe.

ComoFazerRaguDeShimeji_CozinhandoPara2ou1

Finalize com o restante da manteiga, se for usar, e a cebolinha (como não tinha a fresca, usei a desidratada mesmo).

Eu servi com uma polenta mole, mas você pode envolver sua massa preferida, comer com arroz branco ou cuscuz marroquino hidratado, e até com pão. 🙂

Esta quantidade serve duas pessoas.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

três × 5 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram