Você está aqui:  / Dicas da Nutri / Como montar uma refeição completa

Como montar uma refeição completa

Nas últimas dicas nós conversamos um pouco sobre como entender a alimentação além do valor nutricional (o que falta no seu prato?) e que a comida é aquilo que tem significado, contexto e cultura (o que preciso ter na minha dieta?).

É muito importante pensar em alimentos mais naturais, que sejam da estação e trazem boas memórias, mas como saber quanto é o suficiente, ou ainda, qual seria a combinação ideal para ter uma refeição completa?

Sempre que eu pergunto no meu Instagram ou em consulta o que deveria compor um prato saudável, a maioria das pessoas me diz: 1 “carboidrato”, 1 “proteína” e salada à vontade. O carboidrato e a proteína estão entre aspas porque, por mais que ainda falem assim, sabemos que comemos comida e não nutrientes, certo?

Não sei você, mas comendo apenas 1 “carboidrato”, 1 “proteína” e salada à vontade eu ainda ficaria com fome ou não sairia desta refeição tão satisfeita. A partir de hoje, para falar de uma refeição saudável e completa eu te convido a pensar em grupos alimentares!

Tem quem acredite que não se pode comer arroz com batata (e que seria isso praticamente um crime), já que ambos fazem parte dos temidos carboidratos. Mas e se eu te contar que eles fazem parte de grupos diferentes?

O arroz faz parte do grupo dos cereais e a batata das raízes e tubérculos, os dois são alimentos ricos em carboidratos mas a sensação de comer cada um é completamente diferente. Além disso, os dois juntos ficam melhores ainda! Vai me dizer que você não gosta de um estrogonofe com arroz e uma batatinha, bacalhau com batatas e arroz ou ainda aquele “PF” com arroz, feijão e batata frita.

GRUPOS ALIMENTARES

Para te ajudar a pensar além dos clássicos 3 grupos (carboidrato, proteína e salada) e começar a ver a alimentação de uma forma mais real, saborosa e nutritiva, opte por variar os grupos dos alimentos, em uma mesma refeição e ao longo do dia!

São eles:
_ Cereais: arroz, milho, trigo, aveia, centeio, …
_ Leguminosas: todos os feijões, grão de bico, ervilha, lentilha, favas …
_ Raízes e tubérculos: todas as batatas, mandioca, mandioquinha, cará, inhame, …
_ Legumes e verduras
_ Frutas
_ Castanhas e nozes
_ Leites e queijos*
_ Carnes e ovos*

* Importante lembrar que é possível ter uma alimentação saudável mesmo sem esses grupos de alimentos, para quem preferir optar por uma alimentação vegetariana.

A alimentação nos dá diversas oportunidades para florescer a criatividade, através da combinação de cores, sabores e texturas. Para montar uma refeição completa, pense fora da caixinha e dê preferência por pratos cada vez mais coloridos!
.


Mariana Ribeiro é nutricionista e te ajuda a fazer escolhas alimentares mais conscientes, em sintonia com o seu corpo, de acordo com o que há disponível e sem tirar o seu prazer em comer! Possui aprimoramento em transtornos alimentares pelo Ambulim, graduação em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo e também é formada como Técnica em Nutrição e Dietética, pelo Centro Paula Souza..

_ Instagram: @maribeiro.nutri

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


@CozinhandoPara2ou1 no Instagram

%d blogueiros gostam disto: