Você está aqui:  / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Sem lactose / Vegana / Vegetais / Vegetariana / Shimeji ao limão com cenoura e cebolinha

Shimeji ao limão com cenoura e cebolinha

Não é novidade que eu adoro um cogumelo mas, como não sou de repetir cardápio, estou sempre inventando moda na forma de servir.

Neste dia, tinha um pedaço de cenoura e um limão na geladeira. Juntei com a bandejinha de shimeji e resolvi não exagerar no shoyo, para inovar no sabor. O resultado foi um cogumelo ainda mais interessante, um shimeji ao limão com cenoura e cebolinha super gostoso.

Para complementar a refeição, basta um arroz branco ou gohan, o arroz japonês. O molho envolve o arroz e fica uma delícia.

Comidinha rápida e prática de fazer e que sempre surpreende. Vale a pena experimentar e descobrir uma forma diferente de preparar o shimeji, que quase sempre chega à mesa preparado na manteiga com shoyo.

Shimeji ao limão com cenoura e cebolinha

150g. de shimeji (branco ou escuro)
1/2 cenoura ralada grossa
1/2 cebola pequena picadinha
1 dente de alho amassado ou picadinho
1/2 limão espremido
1 colher de sopa de molho shoyo
1 punhado de cebolinha fatiada
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Em uma frigideira alta, aqueça um fio de azeite e refogue a cebola e o alho sem deixar que dourem. Acrescente o shimeji e a cenoura, tempere com uma pitada de pimenta do reino e deixe cozinhar até que fiquem macios.

Junte então a cebolinha, misture, e acrescente o limão e o molho shoyo. Mexa mais uma vez para integrar bem os sabores. Prove e, se precisar, corrija o tempero com sal e pimenta do reino.

Sirva o shimeji ao limão com cenoura e cebolinha em uma tijela, sobre arroz branco ou gohan (arroz japonês — veja AQUI como preparar em casa).

Esta quantidade serve bem duas pessoas.

Eu acompanhei também de Missoshiru (veja AQUI como preparar em casa).

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

O que você achou? Tem alguma dúvida? Fez e quer comentar? Fique a vontade para escrever também.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: