Você está aqui:  / Acompanhamentos / Marmita / Segunda Sem Carne / Sem glúten / Polenta assada no molho

Polenta assada no molho

Eu sou louca por polenta. Para mim, é uma das comidas mais simples e reconfortantes que existe, além de ser barata, super simples e rápida de fazer e de ficar, sempre, uma maravilha, independente de complementos.

Cresci comendo polenta assada, feita pela minha vó Nair. Ela preparava a polenta, despejava em uma assadeira untada e depois levava ao forno. Então a gente cortava quadrados e despejava muito molho sobre eles.

Esta polenta assada no molho é uma releitura desta forma de preparo. Na verdade, fiz essa montagem para guardar as sobras de um almoço de fim de semana que viraram uma marmita deliciosa. Gostei tanto que resolvi trazer para cá, pensando em como aprendi a comer polenta.

Fica a dica para você que leva comida para o trabalho ou, como eu, adora chegar em casa cansada e ter um mini banquete desses prontinho na geladeira para ir ao forno enquanto tomo banho.

Polenta assada no molho

1 e 1/2 xícaras de água fria
1/2 xícara de farinha de milho pré-cozida para polenta
1/2 xícara de creme de leite (fresco ou de caixinha) ou creme de arroz
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado (opcional)
Sal e pimenta do reino a vontade
Molho de tomate (preferencialmente feito em casa)
Queijo ralado para gratinar

Aqueça metade da água em uma panela até começar a ferver. Na metade fria, dissolva a farinha para polenta (isso evita que a polenta empelote).

Aos poucos e com cuidado, despeje a mistura fria na água quente e vá mexendo bastante para não empelotar. Quando começar a borbulhar, adicione o queijo ralado, o creme de leite e continue mexendo. Prove e corrija o sal, se necessário. Finalize temperando com a pimenta do reino.

Em recipientes individuais ou um refratário único (que possa ir ao forno!) espalhe um pouco de molho de tomate no fundo. Deixe cerca de um a dois dedos de molho.

Se preferir, tampe os recipientes e guarde sua marmita para mais tarde. Mantenha na geladeira por até três dias (não recomendo congelar).

Sobre o molho, coloque a polenta e salpique um pouco de queijo ralado e leve ao forno preaquecido em temperatura máxima até o queiho derreter. Sirva em seguida.

Estas quantidades servem bem duas ou três pessoas, dependendo da fome.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

1 × 5 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram