You are here:  / Como fazer / Reaproveitamentos / Sanduíches / Segunda Sem Carne / Vegetariana / Como fazer “ricota” fresca caseira

Como fazer “ricota” fresca caseira

RicotaFrescaCaseira_CozinhandoPara2ou1

Cada vez mais tenho aderido à ideia de produzir a minha própria comida e escolher exatamente quais ingredientes irei levar à mesa. E tem algumas coisas que são tão fáceis de fazer, mas TÃO fáceis que a gente nem acredita!

Antes de começar, é importante dizer que esta não é a verdadeira ricota, produzida por meio de um processo bem mais complexo. Mas esta falsa ricota fica muito boa e é uma ótima substituta, sem aditivos e sem conservantes. Eu adoro porque é muito fácil de fazer e dá para usá-la em inúmeras outras receitas, desde patês e sanduíches até sobremesas como o cheesecake.

Como fazer ricota fresca caseira

1 litro de leite (preferencialmente integral)
+/- 2 colheres de sopa de vinagre (preferencialmente de maçã) ou limão espremido
1 pitada generosa de sal

Coloque o leite em uma panela bem limpa e leve ao fogo baixo até começar a ferver. Desligue o forno e aos poucos vá acrescentando colherinhas de café do vinagre e misturando até que o leite talhe e se separe em duas partes (uma esbranquiçada e empelotada, a ricota, e outra mais aguada e transparente, o soro).

Dica: o que fizemos aqui foi “azedar” o leite. Portanto, se você já tiver um leite azedo, não jogue-o fora; reaproveite-o transformando-o em “ricota” caseira. É só continuar a partir daqui.

Apoie uma peneira com trama fina sobre uma tigela grande e cubra-a com um guardanapo de pano fino (lave-o com sabão, enxague-o com água e depois com uma boa quantidade de vinagre para retirar todo o sabão. Finalize com mais um bom enxague com água e deixe secar). Despeje o leite talhado sobre a peneira e espere o soro escorrer bem.

Dica 2: este soro do leite é o que chamam de whey protein. Não o utilizamos nesta receita, mas ele pode ser usado na massa de bolos e pães (ficam mais fofinhos e nutritivos), para o molho de grãos antes de serem cozidos (como os feijões e o grão de bico, facilitando a eliminação dos fitatos que dificultam a digestão), para o preparo de bebidas como sucos e vitaminas, no líquido de conservas etc.

Adicione o sal e misture para espalhar bem. Experimente e, se precisar, coloque um pouco mais. Se quiser, já tempere a gosto a massa de ricota antes de moldá-la (com ervas finas, pimenta calabresa desidratada, açafrão, páprica, curry etc.).

Forre um pote pequeno com plástico filme e coloque a massa do leite, pressionando para que fique firme. Feche com as pontas do plástico, apoie um prato sobre ele e, por cima, coloque algum objeto pesado — uma lata de leite condensado, uma caixinha de leite, uma tigela com alguma sobra de alimento para pressionar. Leve à geladeira por pelo menos uma hora antes de desenformar sua “ricota”.

Esta quantidade rende uma “ricota” com mais ou menos 200g. Para mim, uma ricotinha desta é suficiente para uma semana. Costumo dividir em duas partes e tempero uma delas (veja AQUI a receita completa de Ricota temperada), aí é só guardar na geladeira em potes bem fechados. A temperada dura até uns 5 dias, a fresca fica boa por até uns 3 dias.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

2 Comments

  • Graziela

    /

    Pode fazer com leite sem lactose??

  • Luciana Carpinelli

    /

    Oi, Graziela.
    Eu nunca fiz, mas acredito que dê certo, sim. Se você fizer, conta pra gente depois?
    Beijo e volte sempre :)

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

2 × 1 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram