Você está aqui:  / Dicas da Nutri / Descasque mais e desembale menos

Descasque mais e desembale menos

Para muitos que já estão envolvidos no mundo da alimentação saudável, equilibrada e sustentável, essa frase já é bem conhecida. Para aqueles que não a conhecem, apresento-lhes uma das coisas que mais acredito na nutrição: comida de verdade é tudo nessa vida. E a tal da comida de verdade, nada mais é que alimentos frescos e pouco processados, ou seja, aqueles que não passaram por grandes transformações na indústria.

Indústria essa que, para elaborar seus produtos, soube nos pegar direitinho nos nossos pontos mais fracos: a busca pela imagem ideal e a necessidade de praticidade cada vez mais prática (parece redundância, mas na verdade representa a síndrome do “não tenho tempo pra nada” ou “mínimo esforço com resultados”).

Com tantas cápsulas, shakes e alimentos enriquecidos com vitaminas, minerais e fibras, não precisamos mais nos preocupar em comprar comida fresca nem nos alimentar bem, afinal, é muito mais difícil abrir o pacote quando dá fome.

O que quero dizer com tudo isso é: cabe a reflexão sobre o que estamos escolhendo para nos nutrir. Será que o tal do shake, que tem “todos os nutrientes que você precisa durante 1 semana”, realmente está te nutrindo? Alguns pontos devem ser levados em conta para responder a essa pergunta:

– diante de uma bomba de nutrientes, muitas vezes o nosso corpo não consegue absorver 100%;

– tomar um shake, ou uma cápsula, por exemplo, não contempla o prazer de comer, o sabor, a mastigação e todo o processo que a alimentação envolve.

Outro exemplo: um alimento enriquecido com vitamina D tira a sua preocupação de tomar sol. Mas, e aí? Já é comprovado que o sol faz parte de inúmeros processos no nosso corpo, sua falta pode desencadear, inclusive, depressão.

Até quando conseguiremos nos manter sem mastigar e sem tomar sol? Isso é mesmo sustentável?

Faça seus próprios questionamentos e, se quiser, deixo aqui minhas dicas para ir na contramão desse movimento:

Para mais fibras: consuma frutas, verduras e legumes

Para mais vitamina D: faça exercícios ao ar livre (isso ajuda, inclusive, no aumento do gasto energético) e coma todos os vegetais verdes escuros como couve, brócolis e suas folhas, e folhas de couve flor

Para ômegas (que são as gorduras boas): inclua na sua alimentação azeite de oliva, oleaginosas e peixes (como a sardinha por exemplo)

Para carboidratos e proteínas de ótima qualidade: a deliciosa combinação de arroz e feijão.

Vale lembrar que os alimentos pouco processados vão ser desembalados, mas, mesmo assim, são escolhas melhores do que os ultra-processados.

Para uma orientação mais personalizada, de acordo com o seu caso, procure sempre um profissional!

.

Raquel Labonia
 é uma nutricionista completamente apaixonada pelo que faz e com intensa e incansável vontade de fazer a diferença no mundo. Motivada por essa inquietude, em 2015 criou a WellMove (abreviação de Wellness Movement), que representa um Movimento Pelo Bem-Estar em seu sentido mais amplo. Estar bem é a harmonia entre o nosso físico, mental e também o ambiente em que vivemos. Hoje, a WellMove se tornou uma Consultoria em Nutrição e Bem-Estar atuante em diversas áreas, que trabalha com projetos de qualidade de vida, sustentabilidade, comunicação e marketing nutricional e consultas particulares em consultório.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: