Você está aqui:  / Dicas da Nutri / Como evitar o desperdício de alimentos?

Como evitar o desperdício de alimentos?


Segundo a FAO (Food and Agriculture Organization), 1/4 do que desperdiçamos já seria suficiente para alimentar o mundo inteiro. Chocante, não é mesmo?

Todos nós podemos contribuir para que esse quadro melhore. É importante que tenhamos consciência de que o que acontece na nossa casa contribui para esses dados.

Também segundo a FAO, por ano, cerca de 1,3 bilhões de toneladas de alimentos são jogados no lixo, isso corresponde a 1/3 de toda a comida produzida. As perdas ocorrem em diversas etapas: 10% na produção, 50% no manuseio e transporte, 30% na comercialização e 10% no consumidor final.

Se olharmos por tipos de alimentos, os mais desperdiçados são frutas, vegetais, raízes e tubérculos: 45% (ou seja, quase a metade) do que foi produzido não é consumido.

Veja aqui como evitar desperdício de alimentos e algumas estratégias que você pode colocar em prática.

 

1. Compre e prepare somente o que você realmente vai consumir

Organização e planejamento são fundamentais para que esse tipo de desperdício não aconteça ou aconteça o mínimo possível.

 

2. Compre localmente

Isso significa diminuir o caminho do alimento para evitar mais desperdício. Dê preferência para feiras e, quando possível, produtores locais. Para o alimento chegar às grandes redes de mercados o caminho é bem mais longo e isso aumenta a chance de perdas.

 

3. Aproveite integralmente os alimentos

Evitando que partes que são perfeitamente comestíveis serão jogadas no lixos. Alguns exemplos de partes de alimentos que são rejeitadas são: ramas, folhas, cascas e talos. Especialmente sobre as folhas e ramas dos vegetais, vejo com frequência na feira caixas e caixas que serão jogadas no lixo (segundo os próprios feirantes, porque ninguém quer). Veja como podemos consumi-las:
Ramas de beterraba: as folhas podem ser consumidas cruas ou refogadas, e seus talos picadinhos saborosos e crocantes, podem acompanhar saladas e molhos.
Ramas da cenoura: podem ser decorativas (como a salsinha) ou batidas no processador com azeite e castanhas, virando um delicioso molho pesto!
Folhas de brócolis, couve-flor e rabanete: são incrivelmente deliciosas picadas bem fininhas e refogadas no azeite ou na manteiga.

Todos nós temos um papel a cumprir. Seja dentro de casa, seja disseminando esse tipo de informação sobre como evitar desperdício de alimentos. Para quem quiser saber mais, a FAO tem uma página inteira dedicada a esse assunto: http://www.fao.org/food-loss-and-food-waste/es/.

Aproveite e veja mais receitas para o reaproveitamento de sobras clicando AQUI.

.

Raquel Labonia
 é uma nutricionista completamente apaixonada pelo que faz e com intensa e incansável vontade de fazer a diferença no mundo. Motivada por essa inquietude, em 2015 criou a WellMove (abreviação de Wellness Movement), que representa um Movimento Pelo Bem-Estar em seu sentido mais amplo. Estar bem é a harmonia entre o nosso físico, mental e também o ambiente em que vivemos. Hoje, a WellMove se tornou uma Consultoria em Nutrição e Bem-Estar atuante em diversas áreas, que trabalha com projetos de qualidade de vida, sustentabilidade, comunicação e marketing nutricional e consultas particulares em consultório.

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram

%d blogueiros gostam disto: