Você está aqui:  / Blog Editora-Chef / Cardápios Especiais / 20 receitas especiais para deixar as refeições mais gostosas

20 receitas especiais para deixar as refeições mais gostosas

20ReceitasEspeciais_CozinhandoPara2ou1

Há dois anos, com uma receitinha super rápida e muito fácil de Abobrinha marinada, nascia o Cozinhando para 2 ou 1, sem pretensão alguma a não ser compartilhar com os amigos a comida que eu estava fazendo em casa.

De lá até hoje, com exatos 731 dias de vida (dois anos mais 1 dia do ano bissexto em 2012), já foram 890 publicações entre receitas, dicas e novidades; 2252 comentários recebidos e mais de 2,9 milhões de visitas. E são tantos aprendizados, tantas amizades e tanto carinho recebido que só tenho a agradecer.

Como não poderia faltar, como comemoração resolvi escolher 20 receitas especiais entre todas as que estão aqui nos nossos arquivos. Não há um critério lógico ou único, mas uma preferência pessoal que está ligada aos sabores, às histórias envolvidas e também à experiência que tive ao prepara-las. Espero que gostem desta listinha comemorativa. 🙂

Parabéns para nós e que esta parceria continue crescendo a cada dia, com bons frutos! <3

20 receitas especiais para deixar as refeições mais gostosas

20ReceitasEspeciais1

1. Temaki no copo
Esta é uma das receitas especiais pois antes do CP2ou1 nunca tinha nem imaginado conseguir preparar qualquer coisa próxima de um sushi e, com esta variação no copo, debutei na arte tão bem executada pelos sushi men.

2. Macarrão à Carbonara (com bacon, ovo, parmesão e creme de leite)
Sabe o que é preparar o único prato de massa que seu vô italianão come e que a referência era a especialidade da bisnonna e ouvir que estava não só uma delícia mas melhor que o original? Eu sei! <3

3. Como fazer naked cake (ou bolo “pelado”, sem cobertura)
Nunca fui a boleira da família, mas cismei que faria meu bolo de aniversário do zero e saiu esta belezinha, do jeito que eu queria e deliciosa. Quer orgulho maior que este?

4. Maminha na cachaça com rösti de mandioquinha
Se não me engano, o primeiro “prato de chef” que reproduzi com um resultado que agradou tanto visualmente como pelo sabor. Entrou para a minha história culinarística.

20ReceitasEspeciais2
5. Almôndegas de abóbora e ricota
Uma das minhas invenções preferidas: adorei a combinação, a textura final, o sabor e a foto ainda ficou linda — para mim é uma das mais bonitas que já fiz até hoje.

6. Filé de frango à tailandesa com salada de maçã
Esta é uma das improvisações e combinações mais intuitivas e gostosas que já fiz, sem pensar muito, só explorando as minhas referências. Já virou um clássico na minha mesa.

7. Cuscuz marroquino com pesto de hortelã e pistache
Amo cuscuz marroquino com os mais diversos complementos e temperos, mas esta versão com um molho pesto diferente e super saboroso que foi feito com hortelã quando faltou o manjericão é uma das melhores que já provei.

8. Medalhão de salmão com alcaparras e endro na manteiga
Entre tantas receitas com salmão, esta é uma das minhas preferidas: hiper fácil de fazer, fica incrível e ainda lindona no prato.

20ReceitasEspeciais3
9. Receita do Yakisoba perfeito
Há muito tempo adoro a culinária oriental, mas sempre achei muito difícil reproduzir os temperos que a gente experimenta nos restaurantes. Depois de muitas tentativas, cheguei ao que chamei da receita perfeita — e logicamente ela não poderia ficar fora de uma lista destas.

10. Coxinhas recheadas de costela (#BertzCoxinha wannabe)
Sou curiosa, teimosa e metida na cozinha, sim senhor. Nunca tinha feito coxinhas em casa, mas encasquetei que prepararia uma versão da #BertzCoxinha e não é que ficou simplesmente maravilhosa? (Todos os louros são do chef Bertolazzi, que inventou esta combinação.)

11. Risoto de feijoada com crispy de carne seca e costela
 Esta receita é especial pois a aprendi no primeiro Encontro Gourmet do qual participei e foi a primeira que preparei com minha amiga Thaís Freitas, em uma tarde gastronômica divertidíssima que já virou tradição (e confesso que nunca teria tentado fazer sozinha, por achar difícil).

12. Sopa cremosa de beterraba assada com iogurte (Borscht)
Meu estilo de culinária é totalmente afetivo, construído nas minhas lembranças. Esta receita representa as infinitas referências gastronômicas que fui acumulando na vida e que me ajudaram a reproduzir sabores experimentados pelo mundo. A borscht eu comi pela primeira vez na temperatura mais fria que já enfrentei, na Polônia: -25ºC.

15ReceitasEspeciais4
13. Fajitas de frango marinado na cerveja
Depois da culinária italiana, a cozinha típica do México é a minha preferida. Por muito tempo achei que fosse difícil de preparar mas, após perder o medo, não parei mais. Além de ser deliciosa, este é um dos meus exemplos preferidos de como a composição de cena faz uma diferença excepcional no resultado da foto.

14. Espaguete à amatriciana (All’amatriciana)
Este macarrão nem é tão diferente, mas a foto marcou um ponto de mudança do CP2ou1 no que diz respeito à fotografia. Para mim, a partir dela é que comecei a conseguir fotos melhores para ilustrar as receitas — com mais preocupação com a qualidade de iluminação e a montagem do prato. É uma das primeiras com que fiquei satisfeita, por isso merece destaque.

15. Chilli con carne (carne moída com feijão e molho de tomate apimentado)
Mais uma receita mexicana que está aqui por conta da fotografia. Esta merece destaque por ter sido a primeira foto refeita aqui no CP2ou1 — a primeira era tão sofrível que a substituí e nem guardei como arquivo.

16. Picadinho de carne na cerveja preta
Assim como na receita anterior, esta também é um marco fotográfico do CP2ou1. São muitos os fatores necessários para se conseguir uma boa foto de comida e a cada dia a gente aprende um truquezinho novo. Acho que, nesta receita, consegui reunir  muitos deles, o que me deixou super satisfeita com o resultado, além do prato ter saído delicioso já na primeira tentativa.

15ReceitasEspeciais5
17. Sorvete fácil de chocolate Alpino com banana
Uma das coisas que sempre me fascinou na gastronomia é a alquimia que acontece na cozinha, a transformação dos ingredientes em produtos com texturas e formatos diferentes. Este sorvetinho foi um dos experimentos mais arriscados que já fiz até hoje e adorei o resultado.

18. Torta gelada de iogurte com gengibre e romã (calorias reduzidas)
Desafio é o que me move na vida e, na maioria das vezes, eu mesma me imponho alguns. Neste caso, comprei uma romã e me desafiei a criar uma receita gostosa e leve, digna de uma ceia de Festas de Fim de Ano. O resultado foi este e a satisfação foi enorme — e confesso que uma pontinha de orgulho ainda continua por aqui.

19.  Bolinho fit do bem com castanhas, coco, passas e canela (sem açúcar, sem óleo, sem glúten, sem lactose)
Como já disse lá no Naked Cake, mas cismei que iria adaptar uma receita de bolinhos “normais” até chegar a uma versão mais leve e nutritiva. Demorei (MUITO) para chegar a esta, mas o resultado foi tão bom que não poderia ficar fora daqui.

20. Falsa tortinha de banana com chocolate
Esta foi a primeira vez em que tomei consciência de que é possível transformar uma receita simplérrima em um prato bonito ao pensar na apresentação e não só no sabor. Banana em rodelas com ganache e avelãs picadas se transformam magicamente em uma sobremesa bonita e hiper fácil de preparar.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

5 Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

dezenove + 12 =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram