Você está aqui:  / Carnes / Massas e molhos / Ragú fácil de linguiça com discos de polenta

Ragú fácil de linguiça com discos de polenta

wpid-img_20130503_140936.jpg
Como boa descendente de italianos, adoro uma polenta. Mas mesmo neste prato tão simples e tradicional dá para variar a apresentação. Um delicioso ragú de linguiça (molho grosso de tomate com linguiça e um toque de vinho) complementa o prato que faz bonito em qualquer ocasião.

Para o ragú:
+/- 200g. de linguiça defumada (calabresa, toscana, portuguesa, fininha etc.)
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho amassado
130g. de extrato de tomate (1 latinha ou tetra pac pequeno)
1/2 xícara de água
50ml. de vinho tinto seco de boa qualidade (ou água)
1/2 tablete de caldo de carne (ou de bacon/costela etc.)
1 colher de chá de ervas finas
1/2 colher de chá de pimenta calabresa desidratada
1 pitadinha de açúcar
Sal e pimenta do reino a vontade

Para a polenta:
1 1/2 xícara de farinha de milho pré-cozida para polenta (polentina, kipolenta)
2 xícaras de água
1/2 tablete de caldo de carne (ou de bacon/costela etc.)
Azeite para untar

Corte a linguiça em tirinhas, coloque-a em uma panela quente para soltar a gordura e depois refogue a cebola e o alho para dourarem. Acrescente o extrato de tomate e o vinho e deixe ferver em fogo baixo. Em seguida adicione a água e o tablete de caldo esfarelado. Coloque as ervas, a pimenta, o açúcar, mexa bem e deixe cozinhar em fogo baixo para engrossar um pouco e apurar os temperos (mais ou menos 10 a 15 minutos).

Prove e acrescente sal e pimenta do reino. De preferência, deixe o molho descansar com a panela tampada por uns 10 minutos antes de servir.

Dica: o ragú fica ainda maia saboroso no dia seguinte. Portanto, se puder, prepare-o um dia antea e deixe-o “curtindo” na geladeira.

Enquanto isso, prepare a polenta. Dissolva a farinha de milho em 1/2 xícara de água e aqueça o restante da água com o tablete de caldo. Quando ferver, abaixe o fogo e vá despejando a farinha com água aos poucos, sem parar de misturar para que não empelote. Cozinhe por 2 a 3 minutos para ficar mais firme, sempre mexendo, e despeje em um refratário ou assadeira untado com um fiozinho de azeite para ficar com mais ou menos 1 dedo de espessura. Reserve e deixe esfriar. Quando estiver frio, corte quadrados ou círculos e arrume no prato.

Cubra a polenta com o ragú bem quente e sirva em seguida. Se preferir, sirva o molho com sua massa preferida. Parmesão ralado sempre complementa bem qualquer molho.

Esta quantidade serve duas porções médias. Pode ser acompanhada de legumes assados ou salteados, uma salada com grãos ou chips de legumes.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

3 Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados ( obrigatório )

dezessete + dois =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram